MarAmar

/ 600 leituras
A canoa virou! Virou a menina no Mar Virou o Mar em amor Salgou o direito e o avesso Mareou a menina Pra toda vida. Por Pepita Sampaio, que vive no Rio de Janeiro, Brasil.

Álvaro Lince

/ 567 leituras
Ora vivera Álvaro Lince numa casa sem portas Jamais nascera Era um caso bicudo. Pelo menos pelos quatro cantos. Mas a sua natureza de lince sempre adivinhara estrelas Pôs, en...

Anjo azul

/ 542 leituras
Era diferente. A multidão o afligia, a inabilidade de filtrar uma voz, entre todas ouvidas ao mesmo tempo, era o estopim da crise. Por que falar tão alto? Restava-lhe tapar os ouvidos, o...

Serpente vermelha

/ 596 leituras
A ruptura aconteceu na surdina, sem qualquer presságio. De repente, a impiedosa enxurrada de lama eclodiu arrastando sonhos, amores, vidas. E não parou. Teimosa, incontrolável, foi ocup...

Gotas de saudade

/ 513 leituras
Enquanto debulhava o milho, falava do seu país. Os grãos que se desprendiam eram como gotas de saudade. Falava das casas incrustadas nas pedras, da dança flamenca, do som ritmado das ca...

Aylan

/ 481 leituras
Vestido da melhor roupa, saiu em busca da paz. No aconchego dos braços mornos do pai faria a travessia. Fuga arriscada. Todos apinhados na rasa barcaça. De repente, os terrores do mar. ...

Bem-querer

/ 450 leituras
Era fala antiga, repetida por anos e anos. O bem-querer tem duas mãos. Se for só de ida, pode apenas passar pelo outro. Sendo de ida e volta, haverá o encontro. Alertou, e como cuidou! ...

Rameiras

/ 497 leituras
Meretriz era fichada na polícia. Digital completa, dedo a dedo. Na vila, rameiras não podiam caminhar pelas ruas, só transportadas por charrete. Bem vestidas, perfumadas, coquetes, lábi...

Pai

/ 434 leituras
Bastava chegar, invariavelmente ao anoitecer, e a serenidade da casa arrefecia. As crianças se recolhiam, a mulher caminhava sobre ovos, nenhum pio poderia ser ouvido. Um policiava o ou...

Pobre

/ 437 leituras
Nascera pobre. A infância de privações sem limites despertara o desejo da guinada. Nem o corpo flagelado minou a esperança. Labutou por décadas na lida inglória dos desafortunados. Pel...

A vida

/ 429 leituras
Na solidão da noite, repensava a vida. Suas alegrias, tristezas; suas glórias, perdas; suas batalhas, aquiescências; seus alaridos, silêncios. E ele nunca estava lá. Escolheu seguir o de...

Vitrine iluminada

/ 427 leituras
As luzes coloridas refletiam nos olhinhos inocentes. Estava fascinada. As mãozinhas, coladas na vitrine iluminada pela decoração de Natal, suavam de tanta excitação! Olhava tudo, imagin...

A Velhice

/ 413 leituras
- Estou exausta. Custa-me subir os degraus da vida... Era forte. Eu fazia tudo a correr... E agora?! Ai! como gostaria de ir à procura do mais velho de mim - a minha infância. Ó Meu De...

Sonho

/ 396 leituras
Correr atrás do mundo é muito mais que uma simples corrida. É poder abraçá-lo. Por Rosália Lopes, que vive na Póvoa de Varzim, Portugal.

Tabuleta Digital

Vai no Batalha

Rui Moreira (1956)

Há um projecto de lei que diz querer introduzir alterações cirúrgicas à lei orgânica de 14 de Agosto. Sabe o que é a cirurgia? É impedir que o nosso movimento se candidate como se candidatou nas últimas eleições. Diga ao dr. Rui Rio que ganharemos as eleições ao PSD com o nome linha azul e verde.

Rua da Estrada da Surpresa

Agora que esta vidraria aqui se instalou ainda nova e por estrear, é que a vivenda é mesmo surpresa.

Enigmatógrafo

Enigmatógrafo de Augusto Baptista

/ 390 leituras
Onde foi o pintainho buscar o engenho de picar o ovo?