O baloiço

/ 502 leituras
Ontem eu brinquei. Caí do baloiço. O meu pai ajudou-me. E...

O pássaro

/ 461 leituras
A Maria e o João foram dar um passeio, viram um pássaro al...

A barata eletricista

/ 466 leituras
Ontem estava a jogar consola: a imagem desapareceu. Descob...

A festa do Fred

/ 501 leituras
Antes de ontem, fui à festa do Fred. Escorreguei e bati co...

A adivinha

/ 526 leituras
Eu disse uma adivinha: O que dá leite? Ouviu- -se mugir lá...

As canetas

/ 606 leituras
Ontem, fui à loja comprar duas canetas mas não tinha dinhei...

Glasses

/ 589 leituras
It was a cold winter. The icycles decorated the roffs, but ...

The tree

/ 625 leituras
The tree used to live in Warsaw in my neighbourhood. I don´...

O meu país

/ 1487 leituras
Escrevo-te de um país onde a língua habita o céu-da-boca. ...

Aquela janela virada para cima

/ 644 leituras
João e Amélia não se conheciam. Cada um vivia com outro com...

O velho sem o mar

/ 652 leituras
Porque eram ambos velhos e tinham vivido uma vida em conjun...

As escamas do tempo

/ 557 leituras
ESTRADA fora, lembrando-me das saias das raparigas E o bom ...

“La guerrera” por Mónica Vergara

/ 677 leituras
6 de octubre. La chata entra a la lucha de vivir. Sale, est...

“Suenos de la mujer-pájaro” por Antonia Mayol Castelló

/ 671 leituras
(Metamorfosis inconclusa) El viento en su pelo, acaricia...

Tabuleta Digital

Vai no Batalha

Jorge Nuno Pinto da Costa (1937)

PARA o FC Porto, terminar imediatamente o campeonato até podia ser positivo, tanto ao nível desportivo como financeiro.

Rua da Estrada da Paragem

Texto e foto de Álvaro Domingues

Enigmatógrafo

Enigmatógrafo de Augusto Baptista

/ 840 leituras
As árvores de Natal já nascem iluminadas?