Os Samurais da alegria

/ 229 leituras
CHEGUEI ao Japão em outubro de 2001. E, no ano seguinte, assisti à primeira Copa a ser realizada na Ásia, tendo como as nações anfitriãs o Japão e a Coreia do Sul. Porém, o que pude notar, n...

Uma história de amor em Atami

/ 178 leituras
UMA vez por ano, a família de minha esposa ― que reside em diversas localidades do Japão, a saber: Quioto, Osaka e Saitama ― reúne-se para uma viagem de dois dias, com destino a um dos muito...

Semana de ouro

/ 226 leituras
TODO ano, na primeira semana de maio, os japoneses têm o esperado “Golden Week” (a “Semana de Ouro”), período este que aproveitam para o descanso e as viagens – agradecidos aos céus pela pau...

Carpe Diem!

/ 273 leituras
QUEM afirma que o povo japonês só trabalha e jamais se diverte certamente ainda não presenciou um “hanami”. Aliás, o termo, oriundo da aglutinação entre a palavra “hana” (flor) e a primeira ...

Yuzawa: o tapete branco de Niigata

/ 296 leituras
SOU filho da Amazônia brasileira ― de modo que a neve é um fenômeno meteorológico ao qual não estou acostumado desde o berço. Portanto, não é difícil imaginar quão grande foi o meu fascínio ...

O ano do cão

/ 273 leituras
NO horóscopo chinês, o cachorro representa o décimo-primeiro signo – posição que corresponderia, segundo uma lenda, à ordem de chegada dos doze animais que compareceram quando convocados por...

Novos Temp(l)os

/ 336 leituras
RADICADO no Japão há dezasseis anos, a metade dos réveillons que aqui passei foi na cidade de Quioto. E isso por um motivo muito simples: os pais de minha esposa residem nessa belíssima cida...

Filas

/ 282 leituras
CINEMAS, restaurantes, estações de trem... ou até mesmo para comprar um simples sorvete. Sim, caminhar pelas ruas japonesas significa presenciar, diariamente, filas (termo usado pelos brasil...

ALT

/ 312 leituras
O TÍTULO deste artigo refere-se à expressão em Inglês ‘Assistant Language Teacher’, uma das atividades preferidas pelos estrangeiros que vêm trabalhar no Japão, uma vez que nem sempre requer...

Carnaval com saquê

/ 277 leituras
UMA japonesa sambando e um brasileiro tomando saquê, a bebida símbolo da Terra do Sol Nascente. Cenas que, inicialmente, podem parecer estranhas para um país historicamente pouco miscigenado...

Vizinho do silêncio

/ 521 leituras
ESCREVO esta crônica em meu apartamento, em Saitama – cidade japonesa em que resido há mais de dez anos. São exatamente oito e meia de uma noite de sábado: e, além das teclas de meu computad...

Matsuri

/ 108 leituras
NO dia 15 de julho, fui a um “matsuri” (“festival”, em Japonês), ocorrido na prefeitura de Chiba – mais precisamente em um bairro chamado Shin-Matsudo. Inicialmente, acostumado às festas de ...

Colegas japoneses

/ 138 leituras
TRABALHO no Japão desde 2005. Até 2009, fui Consultor de Recursos Humanos. E, desde 2011, tenho lecionado, em Tóquio, idiomas para empresas multinacionais. Nesse período de mais de dez an...

Tabuleta Digital

Vai no Batalha

Manuel Pizarro (1964)

AGORA, em vez de se tentar encontrar um regime de arrendamento equilibrado, entre o senhorio e o arrendatário, resolveram romper esse equilíbrio, colocando os arrendatários individuais no arrendamento habitacional e os arrendatários industriais e comerciais no arrendamento não habitacional, completamente à mercê do senhorio.

Rua da Estrada da estrada

AS estradas que vão pelas cotas altas das encostas têm larguezas de vistas que nem se imagina. Sigam-se as instruções: onde aparecerem placas a dizer Estrada, certifique-se que essas larguezas de vistas estão mesmo lá; de seguida, procure-se um local bom para paragem (dantes havia uns sinais muito lindos com a silhueta das camionetas da carreira) e pare-se olhando a encosta da outra banda. Chegou o momento da contemplação. Use-se um bom produto para clarear o humor vítreo, a córnea, a pupila e o resto da tralha de ver, e mantenham-se as pálpebras bem abertas. Pode fotografar, desenhar ou or...

Enigmatógrafo

Enigmatógrafo de Augusto Baptista

/ 473 leituras
As portas do Paraíso têm campainha?