Ao desafio com Carlos Costa

/ 217 leituras
As afeições densificam.

Ao encontro de Fernando Echevarría

/ 480 leituras
Entrevista: Paulo Moreira Lopes | José Manuel Teixeira da Silva Fotografia: João Paulo Coutinho

Ao encontro de Fernando Guimarães

/ 514 leituras
Entrevista: Paulo Moreira Lopes | José Manuel Teixeira da Silva Fotografia: João Paulo Coutinho

Ao desafio com Luís Filipe Cunha

/ 855 leituras
Nunca me deixei levar por sentimentos muito extremos como a revolta, mas também estou longe de encarar a minha cegueira com resignação ou passividade.

A. Dasilva O. à chegada de Guadalajara

/ 723 leituras
António da Silva Oliveira, (também conhecido por A. Dasilva O.) apanhado em flagrante no aeroporto do Porto vindo da Feria Internacional del Libro de Guadalajara

Canções do Ar e das Coisas Altas por João Pedro Mésseder

/ 371 leituras
As raízes da terra da imaginação estão sempre no solo.

Ao desafio com Emerenciano

/ 1024 leituras
Quem não cresce para dentro não cresce para fora, isto é, não pensa dentro para ser fora em função de dentro e dentro em função de fora.

Ao desafio com Carlos Bonaparte

/ 701 leituras
Como tudo nesta vida, não há só o lado bom, nem só o lado mau. Ser cego também. E a grande vantagem é poder viver com os outros 4 sentidos.

Ao desafio com Clemente Padin

/ 1177 leituras
A utopia é um caminho cujo fim é o próprio caminho

Ao desafio com Fernando Aguiar

/ 1852 leituras
Toda a arte é um inutensílio, excepto a que dá dinheiro.

Ao desafio com Óscar Possacos

/ 2221 leituras
Não é possível libertar aquilo que é livre.

Ao desafio com Paulo Stocker

/ 1124 leituras
Brinco de ser sério, levo a sério a brincadeira.

Efeitos especiais de João Manuel Ribeiro e Paulo Stocker

/ 1575 leituras
A poesia (escrita e desenhada) não tem língua (comprida). É uma linguagem universal!(?)

Ao desafio com Domingos Loureiro

/ 1357 leituras
Uma pintura minha termina quando já não consigo ter influência na imagem.

Tabuleta Digital

Vai no Batalha

Rui Moreira (1956)

Se houver cuidado e proteção está-se a contribuir para uma concorrência leal. Os bons empresários estão interessados neste acordo porque a concorrência mais desleal é aquela que descuida a segurança e a proteção dos trabalhadores.

Rua da Estrada de Atenas

ANDAVAM os antepassados da Angela Merkel nas cavernas por entre ursos e outras barbaridades, quando Péricles edificava Atenas antes das guerras do Peloponeso.  Era assim o mundo, aos encontrões, como sempre. Depois de edificar a Acrópole verificou-se que custava muito lá subir e muito ventosa. De íngreme que era e de caminhos mal empedrados, as quadrigas patinavam e viravam-se de rodas e pernas para cima. Então, depois de muitos séculos prodigiosos, conseguiu-se finalmente domesticar os cavalos de uma maneira diferente de modo a que coubessem às dezenas e às centenas nos motores dos automóv...

Enigmatógrafo

Enigmatógrafo de Augusto Baptista

/ 480 leituras
Quando há problema, mais difícil é resolver o prob ou o lema?