Rua da Estrada Multicolor

/ 433 leituras
NÃO falta por aí a expressão floresta verde. Nos sistemas complexos – nos outros também – a redundância faz sempre falta no caso de falhar alguma coisa no algoritmo, como agora se diz. As fl...

Rua da Estrada da Igreja Maná

/ 436 leituras
UMA casa kitada é uma casa pensada para ser casa. Assim era no início. Antes da casa havia a Rua da Estrada e o seu caudal intenso de máquinas rolantes que por aí vão até onde se quiser, Rom...

Rua da Estrada do condomínio fechado

/ 651 leituras
ESTA tendência de alinhar pedras remonta já aos tempos do megalitismo e da cisma que os nossos antepassados remotos tinham de exercitar o espalhamento dos pedregulhos para memória futura ace...

Rua da Estrada dos Artigos Indefinidos

/ 553 leituras
QUE o mundo está cheio de incógnitas, já se sabe. Se não estivesse, mais valera que um cristão se deitasse a dormir a ver se sonhava com coisas diferentes daquelas que já estão completamente...

Rua da Estrada da Terra com Identidade

/ 726 leituras
NESTE lugar onde se é bem-vindo apesar de não se perceber o nome que lhe puseram, informa-se que estamos numa Terra com Identidade. Está escrito mas não é o que parece: do asfalto aos euc...

Rua da Estrada Moderna

/ 557 leituras
TUDO o que possa representar ou evocar um sinal que seja do caos, das coisas desalinhadas dispostas em lugares aleatórios, é anti-moderno. O moderno é claro e luminoso, não admite sombras e ...

Rua da Estrada da ficção real

/ 486 leituras
OS modelos têm muitas vezes um conteúdo ficcional. Essas ficções servem, entre outras coisas, para tornar verosímeis e possíveis essas representações do real, construindo semelhanças, relaçõ...

Rua da Estrada que não funciona

/ 298 leituras
A RUA da Estrada que não funciona perdeu o asfalto. Regressou à terra. Resta a gravilha, sulcos de terra que o sol irá empoeirar ou lamaçal quando vierem as grandes chuvas. Outros tempos ...

Rua da Estrada do Natal (2)

/ 474 leituras
É a família reunida junto à Árvore de Natal na segurança do lar, protegida de inundações e outros cataclismos de que o espaço doméstico está livre por definição. Pai, mãe e filhos, por esta ...

Rua da Estrada da Ilha Pura

/ 632 leituras
ILHA Pura é o nome infeliz desta molhada de torres onde se empilham mais de 3600 apartamentos construídos para alojar os atletas das olimpíadas do Rio de Janeiro, 2016. Está tudo vazio esper...

Rua da Estrada não se sabe de quê

/ 327 leituras
TEMOS uma extrema necessidade de dar nomes às coisas. Pensamos, talvez, que as coisas não podem existir se não tiverem nomes ou se, baralhados os nomes, confundidos ou trocados, também se co...

Rua da Estrada romana

/ 546 leituras
UM soldado romano e uma estrada é uma daquelas parelhas que não causa qualquer surpresa. É como um semáforo ou uma placa de sinalização de trânsito ou um polícia sinaleiro se fosse cruzament...

Rua da estrada do fim do mundo

/ 341 leituras
NO limite entre o fim do mundo e o resto existe apenas um muro branco que se vai estendendo à medida que se fixam as decisões sobre quem ou o quê vai findar e onde. Os cemitérios e outros es...

Rua da Mão do Homem

/ 363 leituras
JÁ começa a ser muito difícil encontrar um lugar no planeta que não tenha sido revolvido ou transformado pela mão do homem. Por via disso, chamam Antropoceno a esta nova era geológica onde, ...

Tabuleta Digital

Vai no Batalha

Rui Moreira (1956)

É UMA solução que vinha sendo exigida pelas necessidades atuais e pelo facto de as duas cidades conviverem quase como uma. Temos um centro histórico, não temos dois. Não precisamos de pedir nada ao senhor ministro das Infraestruturas e também não precisamos do Ministério da Cultura.

Rua da Estrada Multicolor

NÃO falta por aí a expressão floresta verde. Nos sistemas complexos – nos outros também – a redundância faz sempre falta no caso de falhar alguma coisa no algoritmo, como agora se diz. As florestas são verdes por caprichos que a clorofila teima em manter. A floresta negra deve ser uma floresta muito escura. Muitos chamaram a Heidegger o filósofo da floresta negra; o homem era muito virado para a angústia, para o nada, para a inquietação do ser e outras místicas do género. Não sabemos se via duendes ou lobos-maus, mas não se interessava nada pela indústria madeireira; tal como a floresta, parec...

Enigmatógrafo

Enigmatógrafo de Augusto Baptista

/ 89 leituras
Burro velho é asno para que idade?