História aos quadradinhos

/ 287 leituras
Texto de Manuel Araújo da Cunha e foto de António Silva

À espera do Solstício

/ 254 leituras
Sentado na pedra à beira do rio espero o solstício, o clarão que vem iluminar a terra, anunciar a vitória da luz sobre as trevas e refazer a esperança que se julgava perdida.

Sinfonia eterna

/ 432 leituras
Lá em baixo, nas profundezas de um vale de encantos, corre um rio. É o Douro, uma silhueta líquida imponente a serpentear por entre as aldeias ribeirinhas até desaparecer na minha linha visual lá para os lados da cidade do Porto.

Boieiro

/ 294 leituras
Em Quebra Fios a manhã despontava quente e linda quando um surdo mudo descalço, remava no barco valboeiro na tentativa de cambar o rio para a margem esquerda até terras de Gondarém, lugar escondido dos olhos da sede da freguesia da Raiva e do centro de concelho de Castelo de Paiva.

Alquimia dos dias frios

/ 283 leituras
E vieram os dias frios, as noites escuras, intermináveis e geladas, os perturbantes silêncios dos desertos que nos assaltam alma, a tristeza infinita da paisagem outrora coroada de encanto e beleza aniquilar o sonho maior de uma vida.

Claro di Luna

/ 341 leituras
Foi como se uma lua gigante nascesse nesse instante e gradualmente banhasse esse antes obscuro jardim e o transformasse num cenário de sonho e esplendor maravilhoso.

Dilúvio de Luz

/ 395 leituras
Tal como eu, tens de cumprir o teu destino até à última gota do dilúvio de água que te anima.

Feliz aniversário

/ 388 leituras
A felicidade de um ser é o equilíbrio do corpo e do espírito.

Estátua de carne

/ 368 leituras
A estátua estremece, parece ter vida.​

Sonata incompleta

/ 379 leituras
NAQUELE lugar ouvia-se ao longe o som de um piano e tudo em ...

Cipriano

/ 570 leituras
Abifa-te Cipriano ou morres!

Conversas de barqueiros

/ 807 leituras
– Não deve haver um rio como este em parte nenhuma da terra. Ele compreendia-nos, falava com a gente, tinha-nos amor!

Chico Marta

/ 1012 leituras
QUEM é Deus!? A pergunta estalou na sonolenta quietude de...

Contos velhinhos de amor

/ 515 leituras
TINHA eu apenas quatro anos de idade quando a minha mãe me l...

Tabuleta Digital

Vai no Batalha

Jorge Nuno Pinto da Costa (1937)

PARA o FC Porto, terminar imediatamente o campeonato até podia ser positivo, tanto ao nível desportivo como financeiro.

Rua da Estrada da Paragem

Texto e foto de Álvaro Domingues

Enigmatógrafo

Enigmatógrafo de Augusto Baptista

/ 840 leituras
As árvores de Natal já nascem iluminadas?