Ervadura

/ 54 leituras
Não há água mole que a perturbe. Texto de Francisco Duarte Mangas e ilustração de Renata Carneiro. Francisco Duarte Mangas (Rossas, 1960) foi professor três anos e jornalista duran...

Primavera

/ 635 leituras
Quando te vejo pela manhã apetece-me ser eterno. Texto de Francisco Duarte Mangas e ilustração de Renata Carneiro.

Gato

/ 108 leituras
O silêncio ronrona no afago do sol. Texto de Francisco Duarte Mangas e ilustração de Renata Carneiro. Francisco Duarte Mangas (Rossas, 1960) foi professor três anos e jornalista d...

Arado

/ 92 leituras
Instrumento arcaico de escrita na terra. Texto de Francisco Duarte Mangas e ilustração de Renata Carneiro. Francisco Duarte Mangas (Rossas, 1960) foi professor três anos e jornali...

Boi

/ 104 leituras
Paciente animal rumina a paisagem devagar. Texto de Francisco Duarte Mangas e ilustração de Renata Carneiro. Francisco Duarte Mangas (Rossas, 1960) foi professor três anos e jorn...

Húmus

/ 126 leituras
Quando é de restos de sol silêncio e cascas de tangerina: a poesia estende raízes navega dá ramos e frutos. Texto de Francisco Duarte Mangas e ilustração de Renata Carneiro. F...

Abóbora-menina

/ 785 leituras
Filha adotiva do hortelão. Texto de Francisco Duarte Mangas e ilustração de Renata Carneiro. SOBRE O AUTOR:Francisco Duarte Mangas (Rossas, 1960) foi professor três anos e jornalis...

Erva

/ 453 leituras
Um vocábulo verde, muito verde, no meio do inverno Texto de Francisco Duarte Mangas e ilustração de Renata Carneiro. SOBRE O AUTOR: Francisco Duarte Mangas (Rossas, 1960) foi prof...

Inverno

/ 683 leituras
No breve vocabulário da infância pode ser palavra branca ou uma magnólia a florir. Texto de Francisco Duarte Mangas e ilustração de Renata Carneiro. SOBRE O AUTOR: Francisco Duar...

Azeitona

/ 586 leituras
Joaninha luzidia, não sabe voar Texto de Francisco Duarte Mangas e ilustração de Renata Carneiro.

Água

/ 534 leituras
Umas vezes inunda os sonhos da erva outras vezes leva o pesadelo até à extrema secura. Texto de Francisco Duarte Mangas e ilustração de Renata Carneiro. SOBRE O AUTOR: Francisco Du...

Nuvem

/ 726 leituras
Comovido querubim não sabe conter a tristeza Texto de Francisco Duarte Mangas e ilustração de Renata Carneiro SOBRE O AUTOR: Francisco Duarte Mangas (Rossas, 1960) foi professor três ...

Limão

/ 889 leituras
Tem irmã, bem mais divertida. Ele é um cavalheiro amargo. Texto de Francisco Duarte Mangas e ilustração de Renata CarneiroSOBRE O AUTOR: Francisco Duarte Mangas (Rossas, 1960) foi professo...

Maçã

/ 864 leituras
O coração luminoso do mundo na manhã de outono. Texto de Francisco Duarte Mangas e ilustração de Renata Carneiro. SOBRE O AUTOR: Francisco Duarte Mangas (Rossas, 1960) foi professor t...

Tabuleta Digital

Sete Perguntas

Vai no Batalha

Rui Moreira (1956)

NÃO preciso de citar ninguém para dizer que esse comentário [de eleitoralismo] ilustra bem a visão populista de quem esteve distraído por ocasião da conferência de imprensa que demos em Gaia ou por ocasião da cimeira de Sintra.

Rua da Estrada do cada um por si

O PRINCÍPIO ideológico que regula a selva global do capitalismo está a reduzir a fanicos o pouco do solidário que a sociedade tinha: cada um por si, portanto. Não há contos de crianças. Há folhas de cálculo, discursos cinzentos em economês, correctíssimos, e conversas blindadas sobre o efeito da subida de uma taxa nos santos espíritos das hormonas da outra, sobre a sustentabilidade seja lá do que for e assim por diante de palavras feitas de ração granulada e chumbo derretido. Os lugares do Estado e da Política foram tomados de assalto pela ceifeira-debulhadora-enfardadeira da máquina do dinhei...

Enigmatógrafo

Enigmatógrafo de Augusto Baptista

/ 356 leituras
Que eu é aquele que te olha ao espelho?