Arte Poética por Adília Lopes

/ 51 leituras
Escrever um poema é como apanhar um peixe com as mãos nunca pesquei assim um peixe mas posso falar assim sei que nem tudo o que vem às mãos é peixe o peixe debate-se tenta escapar-se...

A BULA de Setembro

/ 148 leituras
AO entrarmos em Setembro propomos ao leitor do Correio do Porto colher os versos de Marília Miranda Lopes impressos n’A BULA ilustrada por António Seabra. A edição n.º 78 de A BULA tem como ...

A BULA de Agosto

/ 221 leituras
PARA o mês de agosto de 2019 fomos à Galiza inspirar-nos para a feitura d’A BULA. O poeta Luís Mazás López forneceu os comprimidos literários e o artista Augusto Baptista cedeu a ilustração....

A BULA de Julho

/ 253 leituras
NESTE sétimo mês de 2019, a autoria dos comprimidos literários ficou a cargo de Regina Gouveia, enquanto a ilustração coube ao seu filho, Nuno Gouveia. A edição n.º 76 de A BULA tem como tit...

A BULA de Junho 2019

/ 222 leituras
NESTE mês de junho, A BULA é da exclusiva responsabilidade de Flor Campino, que nos fornece os comprimidos literários e a ilustração. A edição n.º 75 de A BULA tem como titular da Autorizaçã...

A BULA de Maio 2019

/ 217 leituras
DEPOIS de publicarmos comprimidos literários de João Cabral de Melo Neto e de Josafá de Óros, desta vez pedimos a outro brasileiro para nos aviar uma receita para o mês de Maio. Trata-se de ...

A BULA de Abril 2019

/ 247 leituras
FAZ agora seis anos que iniciamos a publicação de A BULA. Vamos na edição n.º 73. Até parece mentira! Com a ajuda do César Augusto Romão, que selecionou os poemas de Giuseppi Ungaretti, da N...

Estado de Poesia por Chico César

/ 178 leituras
Para viver em estado de poesia Me entranharia nestes sertões de você Para deixar a vida que eu vivia De cigania antes de te conhecer De enganos livres que eu tinha porque queria Por não...

A BULA de Março 2019

/ 297 leituras
COM noventa anos completados no passado mês de fevereiro, Fernando Echevarría tem uma vasta obra poética. Iniciada em 1956, foi recentemente acrescentada com um novo título, Via Analítica. A...

Poesia por İlhan Berk

/ 146 leituras
A Poesia é implacável. Não que ela não nos estenda a mão. Podemos até dizer que a maior parte das vezes é ela que nos dá a mão.Mas aí acaba a sua generosidade e a sua graça. Um momento depoi...

A BULA de Fevereiro 2019

/ 276 leituras
DIZ-NOS Fernando Guimarães que o poema nasce dentro das nossas mãos sempre que repousamos nelas o rosto. Sugere-nos, ainda, que ao escrevermos façamos com que os outros apenas se apercebam d...

A BULA de Janeiro 2019

/ 547 leituras
DOZE haicais e um poema são a receita que José Efe nos sugere para o início de ano. Temos voos perfumados, dilúvio de cinzas, prenúncio de sestas, nuvens de folhas ocres, chuva sôfrega, siam...

Poesia por António Ramos Rosa

/ 302 leituras
Onde a poesia se exibe como um espectáculo espectacular não é poesia onde a audácia do poema não é única não é poesia onde a poesia não é inocência de natureza fluvial não é poesia ond...

A BULA de Dezembro 2018

/ 550 leituras
NESTE mês de dezembro contamos com a colaboração de Elisabete Morais, mãe do poeta Nuno Rocha Morais, que selecionou sete comprimidos literários para A BULA. São poemas entretanto publicados...

Tabuleta Digital

Vai no Batalha

Rui Moreira (1956)

Se houver cuidado e proteção está-se a contribuir para uma concorrência leal. Os bons empresários estão interessados neste acordo porque a concorrência mais desleal é aquela que descuida a segurança e a proteção dos trabalhadores.

Rua da Estrada de Atenas

ANDAVAM os antepassados da Angela Merkel nas cavernas por entre ursos e outras barbaridades, quando Péricles edificava Atenas antes das guerras do Peloponeso.  Era assim o mundo, aos encontrões, como sempre. Depois de edificar a Acrópole verificou-se que custava muito lá subir e muito ventosa. De íngreme que era e de caminhos mal empedrados, as quadrigas patinavam e viravam-se de rodas e pernas para cima. Então, depois de muitos séculos prodigiosos, conseguiu-se finalmente domesticar os cavalos de uma maneira diferente de modo a que coubessem às dezenas e às centenas nos motores dos automóv...

Enigmatógrafo

Enigmatógrafo de Augusto Baptista

/ 480 leituras
Quando há problema, mais difícil é resolver o prob ou o lema?