Ideias despenteadas (17)

/ 174 leituras
- Completamos as ideias um do outro. (calendário: fevereiro) Por Catarina Gomes (1983, Águas Santas, Maia), designer de comunicação e ilustradora freelancer, publicado in http://ideiasdes...

Fevereiro

/ 248 leituras
Por Maria Mónica

Gata

/ 754 leituras
Por Maria João Gonçalves Horta, nascida em 1949 no Porto. Reformada de uma profissão ligada aos números, contabilidade, agora dedicada, entre outras coisas, às artes.

Antúrio

/ 1053 leituras
Por Cristina Ferreira, nasceu em 1963, no Porto, cidade onde reside atualmente. Com formação académica na Área da Saúde, desenvolveu a sua atividade profissional em estabelecimentos públicos...

Dezembro

/ 81 leituras
Por Maria Mónica

Azevinho

/ 655 leituras
Por Maria João Gonçalves Horta, nascida em 1949 no Porto. Reformada de uma profissão ligada aos números, contabilidade, agora dedicada entre outras coisas, às artes.

Inverno

/ 881 leituras
No breve vocabulário da infância pode ser palavra branca ou uma magnólia a florir. Texto de Francisco Duarte Mangas e ilustração de Renata Carneiro. SOBRE O AUTOR: Francisco Duar...

Ideias despenteadas (16)

/ 377 leituras
– Para não constipar as ideias. (calendário: dezembro) Por Catarina Gomes (1983, Águas Santas, Maia), designer de comunicação e ilustradora freelancer, publicado in http://ideiasdespentea...

Dezembro

/ 74 leituras
Por Leonor Machado publicado in FACEBOOK

Novembro

/ 101 leituras
Por Maria Mónica

Ideias despenteadas (15)

/ 516 leituras
– Para desinibir moderadamente as ideias. (calendário: novembro) Por Catarina Gomes (1983, Águas Santas, Maia), designer de comunicação e ilustradora freelancer, publicado in http://ideia...

Novembro

/ 87 leituras
Por Leonor Machado publicado in FACEBOOK

Outubro

/ 112 leituras
Por Maria Mónica

Outubro

/ 129 leituras
Por Leonor Machado publicado in FACEBOOK

Tabuleta Digital

Vai no Batalha

Manuel Pizarro (1964)

TEMOS uma posição na fachada atlântica altamente privilegiada para nos podermos afirmar como dos grandes players europeus do sector das pescas. Mas não basta. Temos de trabalhar em medidas e instrumentos que tornem esta atividade mais atrativa.

Maxilar deslocado

Desde que os humanos investem nas suas cabanas e abrigos pouco primitivos, têm vindo a aumentar e a diversificar-se o número de próteses domésticas que tornam os espaços habitáveis, confortáveis e usáveis para os mais diversos e inesperados fins.

Enigmatógrafo

Enigmatógrafo de Augusto Baptista

/ 579 leituras
Antes de haver telemóvel, como é que as pessoas incomunicavam?