Bragança Fernandes (1948)

/ 1594 leituras
Nenhum governo ajudou na luta contra as portagens e ainda hoje mantenho a crítica. Na altura chamava-os de pórticos cor-de-rosa. Não tivemos o mesmo tratamento que outros municípios. Fomos mal tratados.

Marco Martins (1978)

/ 695 leituras
As casas foram construídas, muitas delas há várias décadas, onde o rio eram as traseiras e, portanto, deitavam esgotos para o rio antes de haverem ETAR’s, antes de 1980. O que falta aqui ago...

Manuel Pizarro (1964)

/ 2122 leituras
NÓS gostaríamos que no próximo ano pudesse haver uma avaliação a esta medida e pudesse haver a ponderação de um alargamento ainda maior (…). A bitola que na cidade do Porto os jovens até aos...

Eduardo Vítor Rodrigues (1971)

/ 2076 leituras
SÃO declarações indignas de uma pessoa que ocupa o lugar que ele ocupa. Vamos defender o nome do município em tribunal. A única forma de desmentir este tipo de coisas é com papéis. O preside...

Jorge Nuno Pinto da Costa (1937)

/ 1727 leituras
ACHO que este campeonato definiu-se em três sítios: Vila da Feira, Braga e Vila do Conde . São três jogos que... Eu ainda gostava de saber quem, a partir daí, foi buscar os padres à sacristi...

Rui Rio (1957)

/ 1637 leituras
“Sabe quanto ganha um professor em topo de carreira?”, perguntou a um jornalista, para responder logo de seguida: “À roda de três mil euros por mês.” → 25. Ich weiss nicht, was sie sa...

Rui Moreira (1956)

/ 2074 leituras
NÃO preciso de citar ninguém para dizer que esse comentário ilustra bem a visão populista de quem esteve distraído por ocasião da conferência de imprensa que demos em Gaia ou por ocasião da...

Guilherme Pinto (1959-2017)

/ 659 leituras
VAMOS fazer uma revolução viária que espero que venha acabar com boa parte dos constrangimentos de quem passa na A28 porque, todos os dias, há enormes filas de trânsito. → Ilustração de M...

Apresentação

/ 631 leituras
TENDO como inspiração O INIMIGO PÚBLICO decidimos realçar (com link) citações em discurso direto, cujo sentido e alcance para o seu autor supõe-se serem inequívocos (exceto no caso de reserv...

Tabuleta Digital

Vai no Batalha

Bragança Fernandes (1948)

Nenhum governo ajudou na luta contra as portagens e ainda hoje mantenho a crítica. Na altura chamava-os de pórticos cor-de-rosa. Não tivemos o mesmo tratamento que outros municípios. Fomos mal tratados.

Rua da Estrada do Mercado da Arte

APESAR de ser acrílico sobre tela, a arte das valetas pode não ser o género mais apreciado nos meios críticos e comerciais do campo da arte. Ainda que muitos se lembrem que em Paris, nas margens do distintíssimo rio Sena, desde há muito que havia muita arte e artista de rua e de domingo que podia passar para os salões da arte das altas culturas, a verdade é que a N15 não passa em Paris. É pena. Têm mais sorte os rabiscos nas paredes a que chamam graffitis, mesmo que lhes falhe completamente a estética e a política; a primeira, de tão vulgares e desinteressantes que são; a segunda, por lhe f...

Enigmatógrafo

Enigmatógrafo de Augusto Baptista

/ 430 leituras
Quem petisca vai na isca ou prefere patanisca?