Nada tão silencioso como o tempo (Fiama Hasse Pais Brandão)

/ 71 leituras
Nada tão silencioso como o tempo no interior do corpo. Porque ele passa com um rumor nas pedras que nos cobrem, e pelo sonoro desalinho de algumas árvores que são os nossos cabelos imagi...

Esconderijos do tempo (Mario Quintana)

/ 58 leituras
- Esconderijos do tempo Título do livro de poesia de Mario Quintana Publicado por L & PM Editores  

Tempestade das mãos (André Domingues)

/ 34 leituras
- Tempestade das mãos Título do livro de poesia de André Domingues Publicado por DEBOUT SUR L'OEUF edições surrealistas

Tempo Comum (Susana Nobre)

/ 120 leituras
- Tempo Comum Título do filme realizado por Susana Nobre https://youtu.be/t30gUHHdD7g

Três tempos (Luís Mazás López)

/ 111 leituras
- Três tempos Título da obra do poeta galego Luís Mazás López

Tiempo (Rodrigo Cortés)

/ 97 leituras
- las nueces nacen viejas, pero venden cara su muerte. - El pasado y el futuro, cada a uno a su tiempo. - No tengo tiempo ni prisa. - Lo imposible lleva más tiempo. - El tiempo p...

Conduzir o futuro (Imagens de Marca)

/ 106 leituras
- Conduzir o futuro Nome de Reportagem do site Imagens de Marca

Trocar as voltas ao tempo (João Pedro Mésseder)

/ 356 leituras
- Trocar as voltas ao tempo Título da obra de João Pedro Mésseder, com ilustração de Gémeo Luís e apresentação de Álvaro Magalhães) https://vimeo.com/57051319

Relógio (João Cabral de Melo Neto)

/ 202 leituras
1. Ao redor da vida do homem há certas caixas de vidro, dentro das quais, como em jaula, se ouve palpitar um bicho. Se são jaulas não é certo; mais perto estão das gaiolas ao menos,...

Não percas tempo a fumar

/ 166 leituras
- Fumar mata - Não percas tempo a fumar - Vive Cartaz afixado no Centro de Saúde de Vilar de Andorinho, Vila Nova de Gaia

A idade do silêncio (Teatro do MAR)

/ 152 leituras
- A idade do silêncio Por Teatro do MAR

O limiar do tempo (Helder Magalhães)

/ 221 leituras
- O limiar do tempo Título da obra de Helder Magalhães https://youtu.be/qRxh0SRagiM

O dia a seguir – Nunca é tarde demais (Luís Filipe Menezes)

/ 203 leituras
- O dia a seguir - Nunca é tarde demais Título da obra do ex-autarca Luís Filipe Menezes

As pessoas acabam por ser escravas do presente imediato (Renato Miguel do Carmo)

/ 175 leituras
- As pessoas acabam por ser escravas do presente imediato Afirmação de Renato Miguel do Carmo in Público

Tabuleta Digital

Vai no Batalha

Rui Moreira (1956)

Há um projecto de lei que diz querer introduzir alterações cirúrgicas à lei orgânica de 14 de Agosto. Sabe o que é a cirurgia? É impedir que o nosso movimento se candidate como se candidatou nas últimas eleições. Diga ao dr. Rui Rio que ganharemos as eleições ao PSD com o nome linha azul e verde.

Rua da Estrada da Surpresa

Agora que esta vidraria aqui se instalou ainda nova e por estrear, é que a vivenda é mesmo surpresa.

Enigmatógrafo

Enigmatógrafo de Augusto Baptista

/ 1346 leituras
Onde foi o pintainho buscar o engenho de picar o ovo?