Edgar Cardoso

/ 104 leituras
<!--

Miguel Moreira

/ 129 leituras
<!--

João Pinto

/ 403 leituras
<!--

Renata Carneiro

/ 415 leituras
<!--

Antero de Alda

/ 550 leituras
<!--

Dicioporto – Primavera

/ 456 leituras
<!--

Jorge Nuno Pinto da Costa

/ 491 leituras
<!--

Pedro Abrunhosa

/ 418 leituras
<!--

Manuel António Pina

/ 525 leituras
<!--

Germano Silva

/ 478 leituras
<!--

A Bula

/ 574 leituras
<!--

Manoel de Oliveira

/ 102 leituras
<!--

Inverno

/ 460 leituras
<!--

Dicioporto – Outono

/ 379 leituras
<!--

Tabuleta Digital

Vai no Batalha

Jorge Nuno Pinto da Costa (1937)

É COM o pensamento neles (têm vida difícil, sem muitas razões para festejar) que nós trabalhamos, mais do que um clube, que o FC Porto seja portador de felicidade para essa gente. 

Rua da Estrada do Futuro

ADIVINHAR o futuro ainda é para muitos uma espécie de bruxedo do antigamente. Consultava-se o mediador comunicante com o insondável para que ele nos antecipasse os nossos medos e esperanças; jogavam-se os dados e as cartas, observava-se o voo das aves, ouvia-se a voz da vidente, do oráculo, da sacerdotisa ou do feiticeiro em busca de interpretações, de enigmas premonitórios que sugeriam isto ou aquilo. O futuro é um tempo problemático. Cronos, o deus grego, tanto era entendido como uma divindade do tempo cíclico das colheitas – por isso era representado com uma gadanha que depois passou a s...

Enigmatógrafo

Enigmatógrafo de Augusto Baptista

/ 104 leituras
Y é T assaltado?