Mister Times New Roman

/ 47 leituras
MEMÓRIA descritiva: O Mister Times New Roman, como é bom de ver, é um distinto e fleumático cavalheiro inglês. Basta atentar na sua boca delineada por um travessão, no seu longo nariz em for...

O TYPO deseja a todos um FELIZ NATAL

/ 636 leituras
MEMÓRIA descritiva: Então era para isto que o TYPO andava a recolher estrelas na semana passada: para nos desejar um FELIZ NATAL. Escreveu FELIZ NATAL com asteriscos do tipo Ar Julian, em ne...

O TYPO e o presépio da Casa do Povo de Fátima

/ 568 leituras
MEMÓRIA descritiva: Pelo Natal o TYPO gosta de apreciar os presépios. O tamanho das figuras, próximo do seu, facilita a identificação com o ambiente recriado. E se as personagens forem do se...

O TYPO a desenhar o fio do horizonte

/ 582 leituras
MEMÓRIA descritiva: o TYPO não gosta de paisagens vazias, por isso desenhou o fio do horizonte. O TYPO aparece de costas (sem olhos, nem boca), e com a mão direita desenha uma linha ao nível...

O senhor Tahoma

/ 161 leituras
MEMÓRIA descritiva: O senhor Tahoma tem uma cara triste. Começa logo por ter a testa delineada por uma pala em forma integral (∫). Os olhos são constituídos por dois OO com um ponto final ao...

O TYPO gosta muito do mar

/ 518 leituras
MEMÓRIA descritiva: Com tanto calor no mês de agosto, às vezes o TYPO vai até ao mar refrescar-se. Hoje vemos o TYPO sobre um mar composto por ondinhas de tiles do tipo Arial com tamanho 28....

O jovem Comic Sans

/ 203 leituras
MEMÓRIA descritiva: O jovem Comic Sans é muito excêntrico. Não se lhe conhece um pelo na cabeça. Tem uns olhos grandes feitos por dois OOs e respectivos pontos finais. As orelhas, em forma d...

O mais odiado tipo de letra de sempre

/ 520 leituras
OU podíamos utilizar o lugar comum “odiado por uns, amado por outros”. Certo é que o tipo de letra Comic Sans é por um lado dos mais utilizados tipos de sempre e, garantidamente, o menos con...

O Senhor Courier New

/ 402 leituras
MEMÓRIA descritiva: O Senhor Courier New não é assim tão novo como aparenta ser. Usa um chapéu em forma de letra BETA deitada, que assenta no meio do cabelo desenhado por dois ( ), deitados,...

O TYPO sinalizado pelo corretor ortográfico

/ 492 leituras
MEMÓRIA descritiva: Um dia tinha de acontecer. Como todos sabem, o TYPO não é um tipo qualquer: é um tipo original. No mundo digital, muito regulado, aquela diferença haveria de ser sinaliza...

O TYPO a pisar o risco em livro

/ 291 leituras
O ESPAÇO do TYPO no ‘Correio do Porto’ arrancou assim: “NO PRINCÍPIO era o verbo, e o verbo estava com o signo, e o verbo era o signo. E assim continuou até hoje”. E assim, hoje, apresent...

A Senhora Zapfino

/ 299 leituras
MEMÓRIA descritiva: A Senhora Zapfino é muita fina. O rosto é contornado por dois (), os cabelos escorrem em forma de f, com um ) do lado esquerdo. No cimo da cabeça a senhora Zapfino enrolo...

Tiempos (2012)

/ 501 leituras
HOJE falamos-vos da família tipográfica “Tiempos”, um tipo de letra que foi desenvolvido para ser a cara do jornal de referência da catalunha, La Vanguardia. Quando em 2012 o jornal procuro...

O TYPO sobre a onda de Peniche

/ 607 leituras
MEMÓRIA descritiva: O TYPO descobriu que não é só em Matosinhos que existem boas ondas. Peniche não lhe fica atrás. Hoje fomos dar com o TYPO sobre o C de Peniche, considerada a melhor onda ...

Tabuleta Digital

Sete Perguntas

Vai no Batalha

Marco Martins (1978)

Considerando o pedido de vários colegas presidentes de Câmara, incluindo do próprio presidente da AMP, deixo a decisão de demissão para o coletivo na próxima reunião do Conselho Metropolitano, desde que me sejam dadas condições e carta-branca para trabalhar.

Rua da Estrada da Vacaria

SE PERGUNTAREM o que é paisagem, pode-se responder que é o que resulta da paisagificação de uma determinada actividade ou actividades. Esta é uma paisagem bovina. Pela berma da estrada vai um alinhamento de pedras de dois feitios: umas de muros que havia a bordejar os campos para que os animais racionais e irracionais não fossem para lá calcar, comer ou roubar coisas e pastar em casa alheia; outras, ao alto, seriam postes para segurar as latadas de vinha quando se fazia vinho no tempo em que cada um produzia um pouco de tudo para seu sustento. Entre umas e outras há postes de electricidade e t...

Enigmatógrafo

Enigmatógrafo de Augusto Baptista

/ 621 leituras
As ruas da amargura são sempre a descer?