O TYPO perdido entre os números

/ 722 leituras
MEMÓRIA descritiva: O TYPO gosta de conversar com os números. Eles falam por si. Nos últimos dias os números têm andado bastante ativos. Cruzam-se muito com o TYPO. A maioria deles foi convo...

O TYPO fica feliz em dias de sol

/ 599 leituras
MEMÓRIA descritiva: desta vez o TYPO está ao sol, por isso está feliz, e, em consequência, o parêntesis que representa a boca tem as pontas viradas para cima. O sol é constituído por um O ti...

O TYPO a nadar em Matosinhos

/ 498 leituras
MEMÓRIA descritiva: Nos últimos dias a temperatura tem estado a subir o que torna apelativo ir até à praia e dar uns mergulhos. O TYPO andou a ver um bom lugar para nadar e descobriu que Mat...

O TYPO no Porto…

/ 871 leituras
MEMÓRIA descritiva: O TYPO foi descoberto aqui no Correio do Porto. Entre mensagens de texto e imagens apareceu-nos aquele personagem. De certo modo podemos afirmar que o TYPO se revelou alg...

O TYPO a abraçar (Orlando)

/ 624 leituras
MEMÓRIA descritiva: O TYPO já mostrou ser solidário. Foi solidário com os sobreviventes e os familiares das vítimas do atentado terrorista em Paris, com os disléxicos e com a lágrima da letr...

O TYPO ao espelho a ver o tempo passar

/ 646 leituras
MEMÓRIA descritiva: Nos últimos dias o TYPO tem andado muito ocupado. Tão ocupado que não tem visto o tempo passar. Hoje o TYPO está em frente ao espelho que é a única janela de onde se vê o...

O TYPO a dansar com Sophia

/ 30 leituras
MEMÓRIA descritiva: Dizem que Sophia de Mello Breyner Andresen se recusava a escrever dança com cê cedilhado por a forma dançante do s sugerir muito mais o sentido da palavra. Foi isso que c...

O TYPO a brincar com as borboletras

/ 654 leituras
MEMÓRIA descritiva: O mundo dos insetos é muito variado. De entre as diversas espécies de insetos, o TYPO tem predileção pelas borboletas. São animais tipográficos porque feitos de dois BB. ...

Helvetica (1957)

/ 1074 leituras
PARA inaugurar esta coluna de “cultura tipográfica geral”, não poderia escolher outro tipo de letra que não a Helvetica. Muitos conhecem, seguramente, o popular tipo de letra sans-serif q...

O TYPO a pregar a folha antes que voe com o temporal

/ 550 leituras
MEMÓRIA descritiva: Agora descobrimos porque motivo, na semana passada, o TYPO se encontrava na drogaria a escolher um martelo. Hoje está a pregar a folha de modo a torná-la mais segura ante...

O TYPO a aparar os arbustos

/ 548 leituras
MEMÓRIA descritiva: Parece que o TYPO gosta dos arbustos aparados. Temos então o TPYO munido de uma tesoura, ou melhor, de um X em fonte Arial e tamanho 70. Os arbustos estão todos crescidos...

O TYPO pensa numa TYPA florida

/ 692 leituras
MEMÓRIA descritiva: Já tínhamos surpreendido o TYPO a pensar na TYPA. Por estes dias, à força da publicidade sobre o dia dos namorados, somos todos sugestionados a pensar na nossa TYPA ou TY...

O TYPO a dar os pêsames aos filhos de Frutiger

/ 736 leituras
MEMÓRIA descritiva: Adrian Frutiger, designer de tipos de letras, entre as quais Univers, Avenir e Frutiger, faleceu no passado dia 10 de setembro. O TYPO não o conhecia pessoalmente, mas co...

O TYPO a bocejar

/ 622 leituras
MEMÓRIAdescritiva: Não sabemos qual a causa ou causas do bocejo, por isso não podemos justificar o comportamento do TYPO, que hoje descobrimos a bocejar. Sabemos, isso sim, que os bocejos sã...

Tabuleta Digital

Vai no Batalha

Rui Moreira (1956)

Se houver cuidado e proteção está-se a contribuir para uma concorrência leal. Os bons empresários estão interessados neste acordo porque a concorrência mais desleal é aquela que descuida a segurança e a proteção dos trabalhadores.

Rua da Estrada de Atenas

ANDAVAM os antepassados da Angela Merkel nas cavernas por entre ursos e outras barbaridades, quando Péricles edificava Atenas antes das guerras do Peloponeso.  Era assim o mundo, aos encontrões, como sempre. Depois de edificar a Acrópole verificou-se que custava muito lá subir e muito ventosa. De íngreme que era e de caminhos mal empedrados, as quadrigas patinavam e viravam-se de rodas e pernas para cima. Então, depois de muitos séculos prodigiosos, conseguiu-se finalmente domesticar os cavalos de uma maneira diferente de modo a que coubessem às dezenas e às centenas nos motores dos automóv...

Enigmatógrafo

Enigmatógrafo de Augusto Baptista

/ 705 leituras
As chaves do Paraíso são Yale?