Ao desafio com Rui Manuel Amaral

/ 2194 leituras
Roubo tudo o que valha a pena. Palavras, frases, ideias. Normalmente, roubo aos mortos.

Ao desafio com Mário de Oliveira

/ 2965 leituras
Não seria ser humano, se não fosse homem de paz.

Ao desafio com Teo: o cão de raça imaculada

/ 1347 leituras
Não escolhi ser pastor; foi o rebanho que me escolheu a mim.

Ao desafio com Inês Lourenço

/ 1903 leituras
A Poesia é desde tempos longínquos aquela expressão literária que mais questiona os diversos poderes.

Ao desafio com Francisco Duarte Mangas

/ 1933 leituras
O tempo é um rio irrevogável, temos de preparar a barca.

Ao desafio com Carlos Costa

/ 686 leituras
As afeições densificam.

Ao encontro de Fernando Echevarría

/ 1604 leituras
Entrevista: Paulo Moreira Lopes | José Manuel Teixeira da Silva Fotografia: João Paulo Coutinho

Ao encontro de Fernando Guimarães

/ 1563 leituras
Entrevista: Paulo Moreira Lopes | José Manuel Teixeira da Silva Fotografia: João Paulo Coutinho

Ao desafio com Luís Filipe Cunha

/ 1795 leituras
Nunca me deixei levar por sentimentos muito extremos como a revolta, mas também estou longe de encarar a minha cegueira com resignação ou passividade.

A. Dasilva O. à chegada de Guadalajara

/ 1247 leituras
António da Silva Oliveira, (também conhecido por A. Dasilva O.) apanhado em flagrante no aeroporto do Porto vindo da Feria Internacional del Libro de Guadalajara

Canções do Ar e das Coisas Altas por João Pedro Mésseder

/ 1013 leituras
As raízes da terra da imaginação estão sempre no solo.

Ao desafio com Emerenciano

/ 1642 leituras
Quem não cresce para dentro não cresce para fora, isto é, não pensa dentro para ser fora em função de dentro e dentro em função de fora.

Ao desafio com Carlos Bonaparte

/ 1057 leituras
Como tudo nesta vida, não há só o lado bom, nem só o lado mau. Ser cego também. E a grande vantagem é poder viver com os outros 4 sentidos.

Ao desafio com Clemente Padin

/ 1691 leituras
A utopia é um caminho cujo fim é o próprio caminho