COMPARTILHAR
Inicio Histórias em Postais Gotas de saud...

Gotas de saudade

Gotas de saudade

0
538

Enquanto debulhava o milho, falava
do seu país. Os grãos que se
desprendiam eram como gotas de
saudade. Falava das casas incrustadas
nas pedras, da dança flamenca, do
som ritmado das castanholas. Os
olhinhos úmidos traziam a mesma cor
do mar que cruzara na meninice.
Partiu sem retornar.

Por Regina Ruth Rincon Caires, que vive em Campinas, São Paulo, Brasil.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here