Histórias em Postais

/ 7725 leituras
CONVOCAM-SE todos os interessados a participar na I edição de HISTÓRIAS EM POSTAIS do Correio do Porto, que consiste em escrever uma história (microconto/poema/aforismo/legenda) no verso de ...

Histórias em postais… vindas do Atlântico

/ 2055 leituras
TOMEI conhecimento do concurso «Histórias em Postais» pelo «blog» Concursos Literários (sigo-o já faz alguns anos, o seu trabalho de divulgação merece uma nota de apreço) e julguei, imediata...

Zoofilia erótica

/ 1508 leituras
A vaca: quando não é profana é boa deleite. Por Josafá de Orós, que vive em Campina Grande, Paraíba, Brasil.

O meu país

/ 1360 leituras
Escrevo-te de um país onde a língua habita o céu-da-boca. A língua é de carne. O céu é de carne e a atmosfera, com forte actividade tectónica é feita de pensamento e carne. A boca u...

Lista dos autores da I edição Histórias em Postais

/ 1164 leituras
NO dia 2 de outubro de 2016, publicamos a convocatória da I edição das Histórias em Postais, do Correio do Porto, com a data limite de 31 de dezembro. A convocatória foi enviada para algu...

Poemas da Alma da EMEF Frederico Ozanan – Pelotas – Brasil

/ 1156 leituras
PELOTAS é uma cidade localizada ao Sul do Estado do Rio Grande do Sul, na República Federativa do Brasil. O surgimento parte da data de junho de 1758, quando Gomes Freire de Andrade o Conde ...

Exposição – Histórias em Postais no Duas de Letra

/ 1131 leituras
De 3 a 29 de abril de 2017, de segunda a quinta das 10h às 22h, sexta e sábado das 10 às 24h, domingo das 14 às 24h, no restaurante/cafetaria/galeria de arte Duas de Letra, sito no Passeio d...

O artista

/ 1057 leituras
Dormia em uma pequena barraca. De dia pintava formas geométricas e barcos nos muros e nas calçadas. Era desprezado pelos adultos, mas as crianças aplaudiam o artista louco. Por Isa...

Exposição – Histórias em Postais na AJHLP

/ 1003 leituras
Decorreu entre 8 a 31 de março de 2017, de 2.ªs a 6.ªs, das 14h às 18h, na ASSOCIAÇÃO DOS JORNALISTAS E HOMENS DE LETRAS DO PORTO, sita na Rua Rodrigues Sampaio, 140 Porto, Telef. 22 2080565...

Primavera!!

/ 996 leituras
Primavera!! El ciruelo se viste de blanco blancas son sus flores que perfuman el aire y mi alma Por María Victoria Boné Ramirez (Marité), que vive em Nueva Palmira, Uruguai.

Lembrança viva

/ 976 leituras
Tentei lembrar de esquecer e me esqueci de lembrar que isso era besteira a minha lembrança vive e como tudo o que é vivo é também passageira. Por Paulo Vitor F. da Cruz, que vive e...

A minha voz (I)

/ 913 leituras
A minha voz Inda é silêncio Amorfa ideia, um susto. De palavra sem forma Letra vazia que adorna Um soluço molhado Carimbando as entranhas. Por Josafá de Orós, que vive em Campina ...

Exposição – Histórias em Postais na Escola Básica de Baltar

/ 893 leituras
De 29 de maio a 16 de junho de 2017, na Escola Básica de Baltar, Agrupamento de Escolas Daniel Faria, Paredes. A ilustração do cartaz é de Maria Chaves, aluna n.º 14, do 5.º C, EBS de Santa ...

Triângulo amoroso

/ 876 leituras
É um triângulo amoroso perfeito, tudo bem camuflado "ELE"; "ELA" e o "OUTRO". O "OUTRO" nem desconfiava, pois na 2.ª, 4.ª e 6.ª feira namorava "ELA; nas 3.ªs, 5.ªs e domingos namorava...

Tabuleta Digital

Vai no Batalha

Rui Moreira (1956)

Se houver cuidado e proteção está-se a contribuir para uma concorrência leal. Os bons empresários estão interessados neste acordo porque a concorrência mais desleal é aquela que descuida a segurança e a proteção dos trabalhadores.

Rua da Estrada de Atenas

ANDAVAM os antepassados da Angela Merkel nas cavernas por entre ursos e outras barbaridades, quando Péricles edificava Atenas antes das guerras do Peloponeso.  Era assim o mundo, aos encontrões, como sempre. Depois de edificar a Acrópole verificou-se que custava muito lá subir e muito ventosa. De íngreme que era e de caminhos mal empedrados, as quadrigas patinavam e viravam-se de rodas e pernas para cima. Então, depois de muitos séculos prodigiosos, conseguiu-se finalmente domesticar os cavalos de uma maneira diferente de modo a que coubessem às dezenas e às centenas nos motores dos automóv...

Enigmatógrafo

Enigmatógrafo de Augusto Baptista

/ 829 leituras
Quando há problema, mais difícil é resolver o prob ou o lema?