Histórias em Postais

/ 7954 leituras
CONVOCAM-SE todos os interessados a participar na I edição de HISTÓRIAS EM POSTAIS do Correio do Porto, que consiste em escrever uma história (microconto/poema/aforismo/legenda) no verso de ...

Histórias em postais… vindas do Atlântico

/ 2179 leituras
TOMEI conhecimento do concurso «Histórias em Postais» pelo «blog» Concursos Literários (sigo-o já faz alguns anos, o seu trabalho de divulgação merece uma nota de apreço) e julguei, imediata...

Zoofilia erótica

/ 1603 leituras
A vaca: quando não é profana é boa deleite. Por Josafá de Orós, que vive em Campina Grande, Paraíba, Brasil.

O meu país

/ 1435 leituras
Escrevo-te de um país onde a língua habita o céu-da-boca. A língua é de carne. O céu é de carne e a atmosfera, com forte actividade tectónica é feita de pensamento e carne. A boca u...

Poemas da Alma da EMEF Frederico Ozanan – Pelotas – Brasil

/ 1275 leituras
PELOTAS é uma cidade localizada ao Sul do Estado do Rio Grande do Sul, na República Federativa do Brasil. O surgimento parte da data de junho de 1758, quando Gomes Freire de Andrade o Conde ...

Lista dos autores da I edição Histórias em Postais

/ 1238 leituras
NO dia 2 de outubro de 2016, publicamos a convocatória da I edição das Histórias em Postais, do Correio do Porto, com a data limite de 31 de dezembro. A convocatória foi enviada para algu...

Exposição – Histórias em Postais no Duas de Letra

/ 1204 leituras
De 3 a 29 de abril de 2017, de segunda a quinta das 10h às 22h, sexta e sábado das 10 às 24h, domingo das 14 às 24h, no restaurante/cafetaria/galeria de arte Duas de Letra, sito no Passeio d...

O artista

/ 1143 leituras
Dormia em uma pequena barraca. De dia pintava formas geométricas e barcos nos muros e nas calçadas. Era desprezado pelos adultos, mas as crianças aplaudiam o artista louco. Por Isa...

Primavera!!

/ 1112 leituras
Primavera!! El ciruelo se viste de blanco blancas son sus flores que perfuman el aire y mi alma Por María Victoria Boné Ramirez (Marité), que vive em Nueva Palmira, Uruguai.

Exposição – Histórias em Postais na AJHLP

/ 1086 leituras
Decorreu entre 8 a 31 de março de 2017, de 2.ªs a 6.ªs, das 14h às 18h, na ASSOCIAÇÃO DOS JORNALISTAS E HOMENS DE LETRAS DO PORTO, sita na Rua Rodrigues Sampaio, 140 Porto, Telef. 22 2080565...

Lembrança viva

/ 1055 leituras
Tentei lembrar de esquecer e me esqueci de lembrar que isso era besteira a minha lembrança vive e como tudo o que é vivo é também passageira. Por Paulo Vitor F. da Cruz, que vive e...

Exposição – Histórias em Postais na Escola Básica de Baltar

/ 990 leituras
De 29 de maio a 16 de junho de 2017, na Escola Básica de Baltar, Agrupamento de Escolas Daniel Faria, Paredes. A ilustração do cartaz é de Maria Chaves, aluna n.º 14, do 5.º C, EBS de Santa ...

A minha voz (I)

/ 981 leituras
A minha voz Inda é silêncio Amorfa ideia, um susto. De palavra sem forma Letra vazia que adorna Um soluço molhado Carimbando as entranhas. Por Josafá de Orós, que vive em Campina ...

Triângulo amoroso

/ 960 leituras
É um triângulo amoroso perfeito, tudo bem camuflado "ELE"; "ELA" e o "OUTRO". O "OUTRO" nem desconfiava, pois na 2.ª, 4.ª e 6.ª feira namorava "ELA; nas 3.ªs, 5.ªs e domingos namorava...

Tabuleta Digital

Vai no Batalha

Manuel Pizarro (1964)

TEMOS uma posição na fachada atlântica altamente privilegiada para nos podermos afirmar como dos grandes players europeus do sector das pescas. Mas não basta. Temos de trabalhar em medidas e instrumentos que tornem esta atividade mais atrativa.

Maxilar deslocado

Desde que os humanos investem nas suas cabanas e abrigos pouco primitivos, têm vindo a aumentar e a diversificar-se o número de próteses domésticas que tornam os espaços habitáveis, confortáveis e usáveis para os mais diversos e inesperados fins.

Enigmatógrafo

Enigmatógrafo de Augusto Baptista

/ 1027 leituras
Antes de haver telemóvel, como é que as pessoas incomunicavam?