António Aroso em Lima

/ 408 leituras
DESAFIARAM-ME para escrever algumas palavras sobre a minha experiência fora de Portugal. Pois bem: sou um jovem de 28 anos, gestor de empresas de formação, nascido e criado na Maia, com expe...

Hugo Veiga é o melhor ‘copywriter’ do mundo

/ 1192 leituras
AOS 33 anos, Hugo Veiga é o melhor ‘copywriter’ do mundo. Soma mais de 150 distinções, entre elas o grande prémio de titânio do Festival de Cannes. Um caso sério de criatividade portuguesa.....

Porto visto por Yayo

/ 503 leituras
DIEGO Herrera, que o usa o nome artístico Yayo, foi o vencedor do Grande Prémio do XVI PortoCartoon - World Festival (2014), com o cartoon “Garrafas de Plástico”. Natural da Colômbia, vive h...

Sandra Nobre vai dar a volta ao mundo

/ 695 leituras
A 16 de Abril de 2004, Sandra Barão Nobre fez um autotransplante de medula óssea após uma leucemia aguda. Uma década depois celebra esta “segunda oportunidade maravilhosa de estar viva”. Uni...

À procura de Rui Santiago

/ 793 leituras
DE UM dia para o outro deixamos de ver Rui Santiago. Quisemos então saber onde estava, o que fazia e com quem andava (será que andava com más companhias?). Mandamos um email e de lá do meio ...

Francisco Goiana em Davos

/ 671 leituras
SÃO esperados 50 chefes de Estado, três mil CEO das principais empresas de todo o mundo e centenas de líderes espirituais no Fórum Económico Mundial que se inicia hoje (20-01) em Davos, na S...

Maria Mendes, 28 anos

/ 523 leituras
MARIA Mendes é portuense e vive na Holanda. É uma das novas vozes do jazz. A música vive dos encontros de uma vida e a sua voz espelha todo o mundo passando pela Cidade Invicta e pelo Brasil...

A linhagem poveira de Maria Alberta Gomes

/ 690 leituras
NATURAL da Póvoa de Varzim onde nasceu em 1931, Maria Alberta Gomes é licenciada em História e especialista em História de Arte e História Contemporânea. Publicou várias biografias e monogra...

A Estrela de Américo Pereira Gomes (1899-1995)

/ 761 leituras
A FUGA do menino português Américo Pereira Gomes, de sua casa, na cidade do Porto (Paços de Ferreira), uma das maiores de Portugal, em 1911, aos 12 anos de idade, foi o pontapé inicial para ...

Porto, la vieille âme et la mer

/ 682 leituras
PLUS tranquille que Lisbonne, la désuète cité du nord du Portugal, encore très abordable, se laisse gagner par les touristes et la modernité. Elle pourrait être une sœur tranquille de Lis...

Também pode votar em Zuleta

/ 794 leituras
ABERTA, oficialmente, a época da caça ao voto, fomos descobrir um candidato do outro mundo. Chama-se Raúl Zuleta, nasceu em Guarne, uma pequena cidade do estado de Antioquia, na Colômbia. De...

Porto e Maia vistos por Hugo Veiga

/ 1045 leituras
É o publicitário português mais premiado na história do Festival Internacional de Cannes com 28 Leões, sendo 12 de Ouro e um Grand Prix de Titanium. Passou pela Maia e por Lisboa, hoje está ...

Santo Tirso visto por Teresa Sá

/ 640 leituras
TERESA Sá é natural da freguesia de Guimarei, em Santo Tirso. Porque não conseguia mudar o país, mudou-se a si própria. Saiu. Fomos agora encontrá-la a viver em Londres, longe da nostalgia q...

André Chiote e as ilustrações sobre museus

/ 456 leituras
O JOVEM arquiteto português André Chiote tem desenvolvido um interessante trabalho em ilustração. Em seus desenhos coloridos e minimalistas, André reproduz o seu olhar sobre icônicas constru...

Tabuleta Digital

Vai no Batalha

Eduardo Vítor Rodrigues (1971)

NÃO vamos licenciar novas construções. Vamos legalizar casas e empresas com histórico. São empresas consolidadas no território e também é uma forma de evitar que, por falta de uma licença, possam decidir abandonar Gaia e estabelecer-se em concelhos vizinhos, retirando de cá postos de trabalho.

Rua da Estrada do Futuro

ADIVINHAR o futuro ainda é para muitos uma espécie de bruxedo do antigamente. Consultava-se o mediador comunicante com o insondável para que ele nos antecipasse os nossos medos e esperanças; jogavam-se os dados e as cartas, observava-se o voo das aves, ouvia-se a voz da vidente, do oráculo, da sacerdotisa ou do feiticeiro em busca de interpretações, de enigmas premonitórios que sugeriam isto ou aquilo. O futuro é um tempo problemático. Cronos, o deus grego, tanto era entendido como uma divindade do tempo cíclico das colheitas – por isso era representado com uma gadanha que depois passou a s...

Enigmatógrafo

Enigmatógrafo de Augusto Baptista

/ 509 leituras
Bater no ceguinho dá cadeia?