473
0
COMPARTILHAR

Orvalho

Orvalho

0
473

1.

Diamante subtraído do estojo de jóias do Inverno.

 

Por João Pedro Mésseder e Francisco Duarte Mangas, in Breviário da Água, Editorial Caminho, 2004, página 63.

 

2.

Diamante que a noite oferece à manhã e o sol furta.

 

Por João Pedro Mésseder e Francisco Duarte Mangas, in Breviário da Água, Editorial Caminho, 2004, página 63.

 

3.

Mal o branco sol da página

as ilumina

evaporam-se as sílabas

 

Por João Pedro Mésseder, in Elucidário de Youkali seguido de Ordem Alfabética, Editorial Caminho, janeiro de 2006, página 111.

 

4.

Despertando o olhar, apenas o olhar, o orvalho da manhã é o diamante dos comuns.

 

Por João Pedro Mésseder, in Abrasivas, Deriva Editores, Novembro de 2005, página 17.

COMPARTILHAR
Artigo anteriorEstio
Próximo artigoCama

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here