Aléxis Sousa, 22 anos

/ 98 leituras
NATURAL do Funchal, Aléxis Sousa rumou ao Porto para desenvolver a sua formação superior. Foi por isso longe da “lasanha da mãe” que o estudante do Mestrado Integrado em Ciências Farmacêutic...

Paula Silva, 45 anos

/ 105 leituras
O QUE motiva um professor de Histologia a ter um blogue sobre ciência e vinho? “Acredite, a sua pergunta é a minha pergunta!”, adverte Paula Cristina da Silva, docente no Instituto de Ciênci...

O Sr. Padre Luís Rodrigues

/ 1305 leituras
É GENERALIZAR demasiado, além de deliciosa maldade, dizer que as pessoas comuns da rua do Paraíso eram mais comuns do que as de outra rua qualquer. Talvez seja verdade, talvez não seja. Do q...

Filipe Sousa, 20 anos

/ 100 leituras
APAIXONADO por “projetos idealizados, planeados e executados exclusivamente por estudantes universitários por sua livre iniciativa e proatividade”, Filipe Sousa é estudante finalista da Lice...

Luís Melo, 70 anos

/ 125 leituras
LUÍS Melo tornou-se engenheiro químico para nunca ter de vir a dar aulas, mas a vida ensinou uma saborosa lição ao catedrático de 70 anos. Na quarta-feira despediu-se da Faculdade de Engenha...

Bruno Guimarães, 28 anos

/ 102 leituras
BRUNO Guimarães foi o grande vencedor da edição deste ano da vertente pedagógica do Prémio de Cidadania Ativa da Universidade do Porto, um galardão que visa distinguir os estudantes que se t...

Carlos Barros, 27 anos

/ 151 leituras
CARLOS Barros tem 27 anos e nunca emigrou. Mas conviveu, desde cedo, com a realidade que é receber, uma a duas vezes por ano, familiares que tiveram que ir à procura de melhor sorte noutros ...

Flávia Machado, 24 anos

/ 149 leituras
A GERONTOLOGIA, a atividade física e a intervenção comunitária junto de populações particulares são paixões de sempre para Flávia Machado. Juntar o melhor destes mundos foi possível através ...

Entrevista biográfica a João Pedro Mésseder

/ 129 leituras
ENTREVISTA com João Pedro Mésseder sobre a utilização de pseudónimos ou nomes literários; realce para a literatura infantojuvenil, género literário que lhe permitiu iniciar-se como escritor;...

António Bernardino Coelho, 37 anos

/ 167 leituras
UM engenheiro electrotécnico de Recarei, Paredes, venceu o Prémio Nacional Português de melhor fotografia no Sony World Photography Awards, um prestigiado concurso internacional que mostra o...

Manuel Joaquim Oliveira, 49 anos

/ 141 leituras
SÃO quase 30 anos de ligação à Universidade do Porto, divididos entre as faculdades de Ciências (FCUP) e de Engenharia (FEUP). Manuel Joaquim Oliveira é docente do Departamento de Engenharia...

Joaquim Pinto Lopes, 73 anos

/ 175 leituras
JOAQUIM Bismarck Pinto Lopes tem 73 anos de idade e é presidente e fundador do Grupo Pinto Lopes. Natural de Cete, Paredes, é uma figura incontornável do mundo dos transportes e das viagens,...

Os plátanos de Sena

/ 126 leituras
NESTA época do ano, em que se apresentam desnudos, sombrios, desgarrados, com as suas monstruosidades cobertas por fina camada de musgo, os plátanos da Cordoaria são a imagem mais crua e mai...

Carta aos meus filhos por Antero de Alda

/ 673 leituras
rapazes se vocês fossem crianças dos bairros da Bidonville ou da Síria eu só vos daria beijos beijos beijos... deixem-me fazer-vos uma pergunta: quando eu morrer vocês metem o meu corpo e a...

Tabuleta Digital

Vai no Batalha

Eduardo Vítor Rodrigues (1971)

NÃO vamos licenciar novas construções. Vamos legalizar casas e empresas com histórico. São empresas consolidadas no território e também é uma forma de evitar que, por falta de uma licença, possam decidir abandonar Gaia e estabelecer-se em concelhos vizinhos, retirando de cá postos de trabalho.

Rua da Estrada do Futuro

ADIVINHAR o futuro ainda é para muitos uma espécie de bruxedo do antigamente. Consultava-se o mediador comunicante com o insondável para que ele nos antecipasse os nossos medos e esperanças; jogavam-se os dados e as cartas, observava-se o voo das aves, ouvia-se a voz da vidente, do oráculo, da sacerdotisa ou do feiticeiro em busca de interpretações, de enigmas premonitórios que sugeriam isto ou aquilo. O futuro é um tempo problemático. Cronos, o deus grego, tanto era entendido como uma divindade do tempo cíclico das colheitas – por isso era representado com uma gadanha que depois passou a s...

Enigmatógrafo

Enigmatógrafo de Augusto Baptista

/ 509 leituras
Bater no ceguinho dá cadeia?