Sete perguntas a Manuela São Simão

/ 1434 leituras
NASCEU do outro lado do Atlântico e aqui se formou. Habituada a romper com as fronteiras físicas, neste momento tem um pé cá e outro lá (Londres). Nos últimos anos, em belas artes, topou que...

Sete perguntas a Mário de Oliveira

/ 2354 leituras
O FILHO da Ti Maria do Grilo e de Ti David teve e tem muitas moradas. Lourosa (Santa Maria da Feira), Ermesinde (Valongo), Sé, Massarelos, Bonfim, Cedofeita, São Nicolau, Antas (Porto),Guiné...

Sete perguntas a Manuela Bacelar

/ 1234 leituras
À FORÇA de tanto as desenhar (com caneta de aparo de molhar no tinteiro) tem as ruas do Porto nas pontas dos dedos. Do cimo da sua inspiração também já desenhou claraboias e azulejos da invi...

Sete perguntas a João Pedro Mésseder

/ 2680 leituras
PARECE que o estamos a ver: num longo e esguio corredor, emparedado por estreitas janelas, caminha um rapaz, aí dos seus treze anos, trajando um casaco castanho de bombazine e levando na mão...

Sete perguntas a Carla Anjos

/ 1705 leituras
TEM as raízes em Silvares, mas cedo estendeu os ramos a Penafiel e a Matosinhos. Foi na penúltima que fez o ninho de onde agora se lança a planar sob os céus das artes plásticas. Como uma av...

Sete perguntas a Santiagu

/ 1050 leituras
É UM caso raro. Migrou ao contrário, ou seja, do litoral para o interior. Enquanto os demais saturavam no trânsito ele voava em direção à terra de Pascoaes e Souza-Cardoso. Com o lápis na mã...

Sete perguntas a Rui Santiago

/ 4924 leituras
TUDO neste homem é uma revelação. Ele próprio, enquanto ser em potência que esmaga e conforma o mundo, deixou de existir. Ele foi consumido pelo lugar onde nasceu e cresceu e pelas pessoas c...

Sete perguntas a Francisco Duarte Mangas

/ 3783 leituras
QUISEMOS saber quem é e o que faz por aqui. A resposta veio recheada de palavras. Todas bem pesadas e bem medidas. À justa. Sem desperdício. Por serem caras? Não sabemos. O que sabemos é que...

Sete perguntas a Fedra Santos

/ 2084 leituras
A PRINCÍPIO ainda se pensou tratar-se de um pseudónimo. Mas não. Foi uma partida que a mãe, por gostar da mitologia grega e de nomes pequenos, pregou a esta freamundense. Chamar-se-ia e dar-...

Sete perguntas a Rui Manuel Amaral

/ 1231 leituras
11 MESES, 10 horas, 23 minutos e 15 segundos após Rui Manuel Amaral ter escrito o extraordinário conto «Infinitesimais», ainda não publicado, mas aguardado por toda a crítica com grande ansi...

Tabuleta Digital

Vai no Batalha

Rui Rio (1957)

As pessoas que durante um ano e tal andaram a procurar destruir o partido, a destruir a minha liderança, a destruir a direção nacional, fizeram tudo o que estava ao seu alcance para isso, e chegar à última da hora [para] aparecer e dizer que dão um grande apoio é uma situação hipócrita.

Rota das Pirâmides

O EXÓTICO é um desejo; uma máquina de sedução; um domínio geo-semântico que designa um território imenso e quente, desconfinado, longínquo e incerto onde existem coisas estereotipadas, espécie de adereços e ambiências como o cheiro das especiarias, as trovoadas tropicais, as araras, as odaliscas, as palmeiras, os batuques, os camelos, e as pirâmides, por exemplo. O exotismo alimenta-se da nostalgia, do espaço e do tempo, como memória de uma idade de ouro em paragens remotas e tempos perdidos. Depois de Napoleão ter regressado a França após a Batalha das Pirâmides e se terem difundido as his...

Enigmatógrafo

Enigmatógrafo de Augusto Baptista

/ 849 leituras
Quem cobre todas as propostas evita resfriados?