Sete perguntas a Rui Santiago

/ 4924 leituras
TUDO neste homem é uma revelação. Ele próprio, enquanto ser em potência que esmaga e conforma o mundo, deixou de existir. Ele foi consumido pelo lugar onde nasceu e cresceu e pelas pessoas c...

Sete perguntas a Daniel Deusdado

/ 4070 leituras
DANIEL é natural de Massarelos e reside, atualmente, em Aldoar. Na sua formação académica percorreu várias escolas e faculdades, todas dentro do cerco do Porto. Licenciado em Direito acabari...

Sete perguntas a Francisco Duarte Mangas

/ 3783 leituras
QUISEMOS saber quem é e o que faz por aqui. A resposta veio recheada de palavras. Todas bem pesadas e bem medidas. À justa. Sem desperdício. Por serem caras? Não sabemos. O que sabemos é que...

Sete perguntas a A. Pedro Ribeiro

/ 3307 leituras
ESTE homem é um choque… cultural, convenhamos. Natural da Sé do Porto, não de Braga, acabaria por viver, no entanto, nesta última cidade durante a adolescência e início da idade adulta. Depo...

Sete perguntas a Álvaro Domingues

/ 3078 leituras
ÁLVARO Domingues nasceu em Melgaço e passou por Braga quando fez a secundária. Hoje trabalha no Porto e vive em V. N. de Gaia. Enquanto algumas pessoas só tomam consciência das repercussões ...

Sete perguntas a Jorge Neto

/ 2894 leituras
O JORGE Neto foi-se fazendo nas associações e movimentos desportivos, culturais e sociais de Valongo. É um valonguense de gema e disso tem muito orgulho. Tal como sucedeu a muitos outros res...

Sete perguntas a Sara Rodrigues

/ 2699 leituras
SARA Rodrigues é natural do Porto onde sempre viveu rodeada por rio e mar. Após o secundário foi estudar para Londres. Licenciou-se em Belas Artes, frequentando agora os estudos em composiçã...

Sete perguntas a João Pedro Mésseder

/ 2680 leituras
PARECE que o estamos a ver: num longo e esguio corredor, emparedado por estreitas janelas, caminha um rapaz, aí dos seus treze anos, trajando um casaco castanho de bombazine e levando na mão...

Sete perguntas a João Manuel Ribeiro

/ 2557 leituras
JOÃO Manuel Ribeiro após ter perdido a casa-avô passou a ser como um lugar mal situado. À procura do seu espaço, entrou neste reino do lado sul, vindo de S. Martinho da Gândara, em Oliveira ...

Sete perguntas a Susana Bravo

/ 2409 leituras
SUSANA Bravo é filha de mãe inglesa e pai português. Nasceu e estudou no Porto onde reside e se dedica às artes plásticas. Os laços afetivos que sempre manteve com a família inglesa e que se...

Sete perguntas a Mário de Oliveira

/ 2354 leituras
O FILHO da Ti Maria do Grilo e de Ti David teve e tem muitas moradas. Lourosa (Santa Maria da Feira), Ermesinde (Valongo), Sé, Massarelos, Bonfim, Cedofeita, São Nicolau, Antas (Porto),Guiné...

Sete perguntas a Bruno Monteiro

/ 2348 leituras
BRUNO Monteiro é natural da freguesia de Gandra, do concelho de Paredes, vivendo atualmente do outro lado do rio, numa das maiores freguesias do país, Mafamude, em Vila Nova de Gaia. O seu p...

Sete perguntas a Jorge Sousa Braga

/ 2307 leituras
À ESPERA de ver ao longe os montes da Falperra e do Gerês, é assim que acorda, todos os dias, Jorge Sousa Braga. Natural de Cervães, concelho de Vila Verde, veio estudar medicina para cá e p...

Sete perguntas a Patrícia Pedro Afonso

/ 2260 leituras
PATRÍCIA Pedro Afonso é atriz e artista plástica. Atualmente vive no Porto, mas já residiu em Rio Maior, Lisboa, Coimbra, nasceu em Santarém na freguesia de Marvila. Conta que já mudou de ca...

Tabuleta Digital

Vai no Batalha

Rui Rio (1957)

As pessoas que durante um ano e tal andaram a procurar destruir o partido, a destruir a minha liderança, a destruir a direção nacional, fizeram tudo o que estava ao seu alcance para isso, e chegar à última da hora [para] aparecer e dizer que dão um grande apoio é uma situação hipócrita.

Rota das Pirâmides

O EXÓTICO é um desejo; uma máquina de sedução; um domínio geo-semântico que designa um território imenso e quente, desconfinado, longínquo e incerto onde existem coisas estereotipadas, espécie de adereços e ambiências como o cheiro das especiarias, as trovoadas tropicais, as araras, as odaliscas, as palmeiras, os batuques, os camelos, e as pirâmides, por exemplo. O exotismo alimenta-se da nostalgia, do espaço e do tempo, como memória de uma idade de ouro em paragens remotas e tempos perdidos. Depois de Napoleão ter regressado a França após a Batalha das Pirâmides e se terem difundido as his...

Enigmatógrafo

Enigmatógrafo de Augusto Baptista

/ 849 leituras
Quem cobre todas as propostas evita resfriados?