COMPARTILHAR
Inicio Poemário João Manuel R...

João Manuel Ribeiro (1968)

João Manuel Ribeiro (1968)

0
2319

7.
As andorinhas negras na parede da sala
são cartas de amor emolduradas 

6.
O bugalho,
a leveza desmedida
dos dias sem frutos.

Publicado in Burburinhos, edição Busílis, maio 2015, página 17.

5.
Conheço um fantasma
que sofre de asma,
pigarreia a toda a hora
e não vai embora… 

4.
[chove lá fora e] Do trânsito da cidade
chegam notícias férteis de irrupções 

3.
Sei de um país redondo
como um limão
que se vai pondo
em combustão. 

2.
Andei pela bainha dos dias
costurando paisagens
colhendo suspiros
sorrisos
palavras breves
frutos para trincar em horas azedas  

1.
palavras breves
frutos para trincar em horas azedas 

João Manuel Ribeiro nasceu em Oliveira de Azeméis, em 1968. É licenciado em Teologia. Mestre em Teologia Sistemática pela Faculdade de Teologia do Porto, da Universidade Católica Portuguesa, com uma tese sobre “Um Itinerário da Modernidade em Portugal – A Evolução Espiritual de Antero de Quental”. Mestre em Supervisão Pedagógica e Formação de Formadores na Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade de Coimbra, com dissertação sobre “A Poesia no 1.º Ciclo do Ensino Básico – Das Orientações Curriculares às Decisões Docentes”. Nesta mesma Faculdade prepara tese de doutoramento em Ciências da Educação sobre “A Poesia na Escola – Organização do Ensino e Compreensão da Literariedade”. Recentemente tem-se dedicado à escrita para crianças, acompanhando tal processo com um trabalho de dinamização da literatura em Escolas Básicas do 1.º Ciclo e colégios, quer através de oficinas de escrita criativa, quer através de encontros onde diz poesia.

Para crianças publicou: Estrela e Príncipe da Paz (2005), O Encanta Pardais Voador (2006), O Natal do Ratinho Daniel e outros versos (2006), Rondel de Rimas para Meninos e Meninas (2008), A Menina das Rosas (2008), (Im)Provérbios (2008), Poemas da Bicharada (2008), Um, dois, três – Um mês de cada vez (2008), Poemas para Brincalhar (2009) e Alfabeto de Adivinhas (2009), Pontos sem nó (2009), Gémeos (2009), A Casa Grande (2009), Romanceiro de Natal (2009, com Vergílio Alberto Vieira).

Publicou ainda os seguintes livros de poesia: Regras do mel e da flor (2002), Amores quase perfeitos e outras arritmias (2002), Livro de Explicações (2003), a circulação precoce dos relâmpagos (2007), O Anjo acocorado (2009), Trajectória inconsútil do desejo (2009).

Sito in http://bibliomag.wordpress.com

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here