Inicio Tags Augusto Baptista

Augusto Baptista

Humor ao alto (CXVIII)

/ 82 leituras
Publicado por Augusto Baptista in azul-canário e in Opus 4, ...

Humor ao alto (CXVI)

/ 270 leituras
Publicado por Augusto Baptista in azul-canário e in Opus 4, ...

Cauda

/ 134 leituras
Texto de Francisco Duarte Mangas e Foto de Augusto Baptista in Cidade Escrita, edição de autor, fevereiro 2015, página 10

Humor ao alto (CXV)

/ 427 leituras
Publicado por Augusto Baptista in azul-canário e in Opus 4, ...

À conversa com Augusto Baptista

/ 345 leituras
A iniciativa "A Universidade Popular do Porto à conversa c...

Humor ao alto (CXIV)

/ 550 leituras
Publicado por Augusto Baptista in azul-canário

Enigmatógrafo de Augusto Baptista

/ 13055 leituras
O calor na cabeça mede-se nos graus da garrafa?

Emergências bentas

/ 5246 leituras
O 204 arranca, logo trava. Em desequilíbrio, a jovem de pé enlaça o passageiro do lado. Num novelo aos trambolhões, entre encontrões, caem no corredor do autocarro. Ela ergue-se num pulo nervoso, balbucia: – Desculpe, senhor. A olhá-la debaixo, pasmado, doído, nele emergem nesse instante anos de catequese:

Homem(ns)

/ 1283 leituras
11. animal que aprendeu a marcha bípede e, depois, a condu...

Pátria

/ 447 leituras
Quem pendura a pátria na parede da rua (em terra estranha), ...

João Manuel Ribeiro (1968)

/ 3333 leituras
Outro e outro e outro / não se cansam os relâmpagos / de beijar a montanha

Humor ao alto (CXIII)

/ 1252 leituras
Publicado por Augusto Baptista in azul-canário e in Opus 4, ...

Paixão

/ 496 leituras
Texto de Francisco Duarte Mangas e Foto de Augusto Baptista in Cidade Escrita, edição de autor, fevereiro 2015, página 83

Alberto Serra (1957)

/ 986 leituras
do amor / fica um cesto de figos / se pensas num regresso / lava as mãos

Lugares-comuns (161)

/ 403 leituras
- Doi mas amo-te Inscrito em parede na cidade do Porto