COMPARTILHAR
Inicio Poemário Egito Gonçalv...

Egito Gonçalves (1920-2001)

Egito Gonçalves (1920-2001)

0
327

NOTÍCIA PARA COLOCAR NA PAREDE

Por aqui andamos a morder as palavras
dia a dia no tédio dos cafés
por aqui andaremos até quando
a fabricar tempestades particulares
a escrever poemas com as unhas à mostra
e uma faca de gelo nas espáduas
por aqui continuamos ácidos cortantes
a rugir quotidianamente até ao limite da respiração
enquanto os corações se vão enchendo de areia
lentamente
lentamente

Publicou os primeiros livros em 1950. Teve como atividade profissional a administração de uma editora e também foi chefe do gabinete de marketing de uma companhia de seguros. A sua intensa atividade de divulgação cultural e literária concretizou-se, a partir dos anos 50, na fundação e/ou direção de diversas revistas literárias, como A Serpente, Árvore, Notícias do Bloquei, Plano e Limiar. A sua obra encontra-se traduzida em francês, polaco, búlgaro, inglês, turco, romeno, catalão e castelhano. Faleceu em 2001, e o seu último livro, Entre Mim e a Minha Morte Há Ainda um Copo de Crepúsculo, foi editado cinco anos depois.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here