588
0
COMPARTILHAR

Moledo

Moledo

0
588

Deito-me a pé pela estrada, através do lindo pinheiral do Estado, que, de cismático, me lembra António Nobre, e fico perdido de sonho no Moledo.

Por Raul Brandão, in Os Pescadores, Estante Editora, 2.ª edição, agosto de 2010, página 45.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here