435
0
COMPARTILHAR

Caminha

Caminha

0
435

A vila de ruas lajeadas e a igreja de pedra roída pelo ar salgado, com a Galiza em Frente e o fio branco de espuma lá para a barra, parece adormecida e encantada.

Por Raul Brandão, in Os Pescadores, Estante Editora, 2.ª edição, agosto de 2010, página 44.

COMPARTILHAR
Artigo anteriorCaxinas
Próximo artigoMoledo

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here