Artigos na categoria Letra M

1. Do enjoo das casas naufragam As mulheres Por Daniel Faria, in Poesia, Últimas explicações, Explicação das marés, Edições Quasi, Novembro de ...

1. (a nossa magnólia enche o Inverno de alegria branca) Por Francisco Duarte Mangas, in O gato Karl, Editorial Caminho, Novembro 2005. 2. ...

As montanhas apaixonam-se com frequência. Vestem-se de branco. De verde ou azul. Por vezes abrem as pálpebras. E a lava da sua paixão corre-lhe pelas ...

1. A morte é como a névoa: O mesmo tecido cobre as oliveiras e as espadas. Por Luís Veiga Leitão, in A bicicleta e outros poemas, Associação d...

Monge solitário. Na primavera desafia as chuvas escondido na brancura das cerejeiras.   Por Francisco Duarte Mangas, in O noiti...

1. Mil anos que viva jamais conhecerei guarda-rios tão veloz!   Por Francisco Duarte Mangas, in O noitibó, a gralha e outros bicho...

Quando plana rente às nuvens a tarde adormece.   Por Francisco Duarte Mangas, in O noitibó, a gralha e outros bichos, Editorial Camin...

Felino com asas para vigiar a noite.   Por Francisco Duarte Mangas, in O noitibó, a gralha e outros bichos, Editorial Caminho, Setembro ...

Espécie rara de rato voador. A coruja, espécie incomum de gato alado, é o seu principal inimigo.   Por Francisco Duarte Mangas, in...

Aprendiz na arte de espadachim.   Por Francisco Duarte Mangas, in O noitibó, a gralha e outros bichos, Editorial Caminho, Setembro de 2009,...

1. A manhã é uma concha de água azul Onde o sol mergulha e flutua.   Por Luís Veiga Leitão, in A bicicleta e outros poemas, Associaçã...

1. a mão é uma árvore crescendo para dentro,   Por Manuel António Pina, in Como se desenha uma casa, Assírio & Alvim, 2011, págin...

A manhã,            cansada, ajoelha-se           aos pés da tarde.   Por César Augusto Romão, in Tanto ar, Propagare, 2009, página 30.

A noite,                intranquila, adormece            agarrando a outra metade.   Por César Augusto Romão, in Tanto ar, Propagare, 20...

Vai no Batalha

ASSUMO uma candidatura numa perspetiva de avaliação do trabalho feito. Só faz sentido ser candidato quando se faz uma avaliação positiva do trabalho desenvolvido. Em Vila Nova de Gaia passámos as contas ao verde, conseguimos criar condições não só de estabilidade financeira, mas também de investimento inteligente e algum do qual foi feito ao longo destes quatro anos, sem quadro comunitário.

Rua da Estrada

95 Leituras
QUANDO deixei as planuras secas da Mancha e vim para estas terras de Portugal, pensei que todos aqueles fantasmas se tinham esfumado e a minha doce Du...

Enigmatógrafo

95 Leituras
Em qual dos uu está a bolsa do canguru?