Artigos na categoria Letra F

A família é um buraco absurdo sobre a casa - uma gruta sem acesso - Por Daniel Faria, in Poesia, Homens que são como lugares mal situados, Edições...

1. O filho é o carrossel à volta da mãe Por Daniel Faria, in Poesia, Homens que são como lugares mal situados, Edições Quasi, 1.ª edição, Novemb...

A palavra ferida guarda na sua crosta um trambolhão. Por João Manuel Ribeiro in Palavras-chave, Trinta Por Uma linha, março de 2017, Porto.

1. Sistema político semiobscuro: o sol quando nascia não era para todos.   Por Francisco Duarte Mangas e João Pedro Mésseder, in Breviár...

Eterna viúva condenada a trabalhos forçados.   Por Francisco Duarte Mangas, in O noitibó, a gralha e outros bichos, Editorial Caminho, Sete...

Furão é palavra bravia.   Por Francisco Duarte Mangas, in A casa dos caçadores, hidra editores, 2007, página 21.

Local onde os trovadores medievais esperavam a amada.   Por João Pedro Mésseder e Francisco Duarte Mangas, in Breviário da Água, Editorial ...

1. Interjeição dita pelos rios quando, finalmente, caem nos braços do mar.   Por João Pedro Mésseder e Francisco Duarte Mangas, in Brevi...

O frio amola a água cortante das nascentes.   Por João Pedro Mésseder e Francisco Duarte Mangas, in Breviário da Água, Editorial Cami...

A tua fala é um gume leal.   António de Sousa, in Ao Porto, Colectânea de Poesia sobre o Porto, organização de Adosinda Providência Torgal ...

que alteavam a sequiosa fogueira ao desligar das luzes dos bailes   Por João Rios, Aprendizagem Balnear, Cadernos do Grito, página Contra ...

Doença infantil da literatura.   Por João Pedro Mésseder, in Elucidário de Youkali seguido de Ordem Alfabética, Editorial Caminho, janeiro ...

Metrópole de celerados.   Por João Pedro Mésseder, in Elucidário de Youkali seguido de Ordem Alfabética, Editorial Caminho, janeiro de 2006...

Marca de revólveres.   Por João Pedro Mésseder, in Elucidário de Youkali seguido de Ordem Alfabética, Editorial Caminho, janeiro de 2006, p...

Vai no Batalha

PARA nós, importante é que Gaia passou ao verde. Era um velho objetivo. Gaia esteve durante muitos anos em situação de ilegalidade no cumprimento das metas e do endividamento. Gaia respira melhor e está fora das amarras do endividamento excessivo. Está provado que é possível ter uma cidade digna e de boas contas mas que cresça.

Rua da Estrada

21 Leituras
PARA memória futura antes que a tinta desbote, fica registado que este galo é de Barcelos, das terras de Prado onde se fazia muita telha, louça e figu...

Enigmatógrafo

21 Leituras
Seríamos mais felizes com ouro para todos às mãozadas?