Artigos na categoria Letra C

Os que nascem de cu virado para a lua diziam que o C mentia porque, em lugar de crescer, minguava. Então o C fez um pacto com o S e passou a mentir an...

1. Pranto copioso (às vezes a tristeza parece infinda). Por João Pedro Mésseder e Francisco Duarte Mangas, in Breviário da Água, Editorial Camin...

O que sei da palavra chão é a altura da raiz da árvore. Por João Manuel Ribeiro in Palavras-chave, Trinta Por Uma linha, março de 2017, Porto.

Cão que se dedica à lavoura. Por Paulo Moreira Lopes in Cão Noturno perseguido por Glossário Canino, com ilustração de Rui Sousa, Euedito, página 1...

Cão de soldado da GNR. Por Paulo Moreira Lopes in Cão Noturno perseguido por Glossário Canino, com ilustração de Rui Sousa, Euedito, página 16.

1. Raça em extinção, mostra o seu contentamento sacudindo o pêlo. Por João Pedro Mésseder e Francisco Duarte Mangas in Breviário da água, Editor...

Cão que só aparece à noite. in Cão Noturno perseguido por Glossário Canino, escreveu Paulo Moreira Lopes, ilustrou Rui Sousa, Euedito, página 18.

1. sempre acreditei que o Céu também tem o seu diabo. Por Antero de Alda, in a reserva de Mallarmé, Galápagos Fábrica de Poesia, 2013, página 18...

1. Nos teus olhos nasce o sol, cabrinha mansa.   Por Francisco Duarte Mangas, in O noitibó, a gralha e outros bichos, Editorial Camin...

Animal rigoroso com a língua, quando escreve o nome nunca esquece o acento.   Por Francisco Duarte Mangas, in O noitibó, a gralha e o...

Vaidoso, muda de roupa vezes sem conta num só dia!   Por Francisco Duarte Mangas, in O noitibó, a gralha e outros bichos, Editorial Cami...

1. Dunas ambulantes com muita água dentro.   Este animal é uma miragem.   Por Francisco Duarte Mangas, in O noitibó, a gra...

Até os filhos guarda na bolsa, receoso bicho.   Por Francisco Duarte Mangas, in O noitibó, a gralha e outros bichos, Editorial Caminho, ...

Caminhante distraído. No passado fica o seu destino.   Por Francisco Duarte Mangas, in O noitibó, a gralha e outros bichos, Editorial...

Vai no Batalha

A VIDA política não pode ser um prémio, mas creio que mereço a confiança dos cidadãos e a oportunidade de demonstrar que o modelo seguido é sustentável e vale a pena ser prosseguido, beneficiando agora de cenário mais favorável.

Rua da Estrada

95 Leituras
NÃO é fácil estabelecer a cronologia completa destas ocorrências. Talvez o viaduto, altíssima obra de arte com um risco de luz ao meio, tenha sido a ú...

Enigmatógrafo

95 Leituras
Os escaravelhos também escaram os novos?

No slogan da campanha do CDU para as Autárquicas 2107 onde se lê "Confiança numa vida melhor" deve ler-se "Confiança numa vida melhor para os militantes comunistas"