Criança(s)

/ 650 leituras
3. Aberta, discreta ou desatenta é como o poeta: não men...

Cão labrador

/ 938 leituras
Cão que se dedica à lavoura. Por Paulo Moreira Lopes in C...

Coração

/ 628 leituras
Uma nascente de água salgada, o coração. Por João Manue...

Cereja

/ 731 leituras
2. rubra palavra, sinónimo mais doce de Maio. Francisco ...

Caça

/ 253 leituras
Já abateram todas as aves de espanto Francisco Duarte Ma...

Cisne

/ 553 leituras
Seria mais autêntico escrever cisne com S. Por Francisco...

Chaimite

/ 222 leituras
máquina de guerra carro de sonhos, às vezes. Francisco ...

Capitão

/ 168 leituras
de tempos a tempos os sonhadores chamam-se assim. Franci...

Choupo

/ 235 leituras
É uma árvore generosa, enche-se de frutos em pleno Verão, Fr...

Corvos

/ 207 leituras
Quem cria corvos acorda sem a menina dos olhos. Francisco...

Clausura

/ 184 leituras
A clausura aguça a arte de demorar pequenos gestos. Franc...

Chuva

/ 869 leituras
7. A chuva bate na cabeça e nas orelhas, fere como bagos de...

Cão

/ 564 leituras
3. conhecer o nome de um mastim é meio caminho para a amiza...

Cidreira

/ 612 leituras
A erva dos aflitos. Texto de Francisco Duarte Mangas e il...

Cajado

/ 618 leituras
ignoro como pode o cajado parir passos e simultaneamente ap...