173
0
COMPARTILHAR
Inicio Poemário A. Dasilva O....

A. Dasilva O. (1958)

A. Dasilva O. (1958)

0
173

A poesia começa onde o poema
termina, diz o poema 

A. Dasilva O. Não nasceu foi inventado. António S. Oliveira (1958). Poeta e Editor em extinção. Publicou em 1982, edição de autor, o livro de poemas Eco ou Gago; acaba de publicar, editora Eufeme Poesia 13, o livro de poemas Canção Inóspita. Promoveu e realizou em dose dupla As Conferências do Inferno, Os Encontros com o Maldito em colaboração com o grupo de teatro Contracena. Co-fundou e dirigiu a Rádio Caos. Fundou as Edições N. Fundou e dirige as Edições Mortas. Fundou a revista de poesia Piolho. Fundou a revista Estúpida.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here