296
0
COMPARTILHAR
Inicio Papel-Pensante Elogio do din...

Elogio do dinheiro por Anselm Turmeda (1355-1423)

Elogio do dinheiro por Anselm Turmeda (1355-1423)

0
296

Dinheiro torna injustiça verdade,
e converte o juiz em advogado;
converte em sábio o mentecapto.
se o tiver.

Dinheiro faz bem, dinheiro faz mal,
dinheiro torna o homem infernal
e converte-o em santo celestial,
conforme o use.

Dinheiro cria rixas e berreiros,
e honras e vitupérios,
e faz cantar pregadores:
Beati quorum.

Dinheiro delicia as crianças
e é como as bem-aventuranças
para os frades de todas as ordenanças
nas grandes festas.

Dinheiro faz dos magros gordos,
e dos legítimos bastardos.
Se dizes «toma» aos homens surdos,
eles viram-se logo.

Dinheiro torna os doentes são;
mouros, judeus e cristão,
a louvar Deus e todos os santos,
dinheiro adoram.

Dinheiro bate o mundo aos pontos,
e dá honras aos mais tontos;
até do vigário sabe o conto.
Vejam só que milagre!

Dinheiro, pois, apressa-te a juntar.
Se o conseguires não o deixes escapar;
se muito tiveres poderás chegar
a papa de Roma.

Se queres o bem e não o prejuízo
o Espírito Santo livrar-te-á do juízo,
por ele terás tudo o que é preciso
nesta vida.

in Resistir ao Tempo, antologia bilingue de poesia catalã, Assírio & Alvim, junho 2021

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here