1821
0
COMPARTILHAR
Inicio Obituário Maria José Si...

Maria José Silva (1937-2015)

Maria José Silva (1937-2015)

0
1821

FALECEU no passado domingo, 7 de junho, a realizadora portuense Maria José Silva, mais conhecido por a “queijeira realizadora” ou “a realizadora do povo”, cujo trabalho mais popular foi o filme Mulheres Traídas. A notícia do seu falecimento está a percorrer o Facebook dos vários amigos da realizadora desde a passada terça feira, sendo confirmada igualmente na página do Cineclube de Avanca e da Plano Obrigatório.

Nascida a 3 de agosto de 1937, Maria José era dona da Queijaria Amaral e nunca estudou cinema. Aliás, segundo a mesma, raramente havia ido ao cinema tendo visto extensivamente filmes em casa: “Só gosto de coisas bonitas, não gosto de filmes barulhentos“, afirmava. Recorrendo ao pouco dinheiro que conseguia juntar, Maria José foi criando quando possível curtas-metragens que foram ganhando um movimento de culto na cidade do Porto.

Os Velhos Não São TraposMulheres Traídas foram os seus filmes mais célebres, que foram distribuídos pela mesma no sentido mais clássico e tradicional possível. Maria José alugava para sessões pontuais locais de exibição e organizava as sessões.

O realizador Miguel Marques, que acompanhou de perto a rodagem de Mulheres Traídas, filmando mesmo um documentário que foi exibido no Doclisboa e no Festival de Avanca em 2007, afirmou: «A morte da Maria José Silva apanhou-me de surpresa. Ter acompanhado os mais de 6 meses de rodagem do seu filme Mulheres Traídas sempre me fez sentir um privilegiado. Nunca me senti estranho, como poderia senti-lo quando era a sua generosidade que mediava todas as relações. Maria José Silva usava o cinema como ferramenta para trabalhar os seus conflitos, e quem colaborava nos seus filmes fazia parte de uma trama muito maior, não eram apenas participantes, mas também agentes transformadores de uma realidade.

Maria José também cantava e atuava em diversos dos seus projetos.

por   publicado in C7NEMA

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here