COMPARTILHAR
Inicio Dicioporto O voo da ando...

O voo da andorinha

O voo da andorinha

0
482

ENCICLOPÉDIA

Alimentam-se de insetos e dessedentam-se durante o voo quase contínuo. Raramente pousam no chão onde, aliás, não podem caminhar por insuficiência inata. Nascem dos sonhos das crianças que as libertam ao despertar.

*

ÚLTIMA HORA: CHEGARAM AS ANDORINHAS

A greve dos controladores de tráfego aéreo do aeroporto de Faro não afetou a orientação das andorinhas. Vindas de África, as andorinhas aproveitaram a solta dos pombos-correios para o Porto e vieram no seu encalço. Sem querer, os columbófilos furaram a greve que ameaçava o despontar da Primavera.

*

Quem vê
a primeira andorinha
tem direito a um sorriso

*

O que vês da janela:
será uma andorinha
ou o sonho dela?

*

Na paixão das andorinhas
voa
a Primavera

*

Quando chega a Primavera
os controladores de tráfego aéreo
enamoram-se das andorinhas

*

Pousadas nos fios
suspendem
a Primavera

*

MARVÃO

Por uma bica
entre as muralhas
escorrem as sobras do chafariz
que a sede das andorinhas
asperge em seu redor

*

CABANAS

Sob a sombra tépida
do beiral do hotel
tu na varanda a ler
elas a vigiarem-te
do ninho

Efémera imagem
de uma pacífica
tarde de verão

*

ELVAS

1.
Juntam-se rente à noite
a rondar o castelo
e adormecem no voo

2.
Uma nuvem feliz
anuncia
o fim do dia

*

PONTE DE LIMA

Uma andorinha
finge cair
ao Rio Lima

*

ESTAÇÃO DE CAMPANHÃ

1.
Pelos drenos do talude
escorre chuva no inverno
nascem andorinhas no verão

2.
O freio do comboio
aprendeu a chiar
com as andorinhas

*

RUA DA CONSTITUIÇÃO N.º 2619

Quando parei
e olhei para o lado
vi uma andorinha pendurada
na porta de entrada
mas a porta de entrada
estava fechada
antes que o trânsito avançasse
trouxe a andorinha comigo
para lhe dar uma casa
onde a porta de entrada
estivesse sempre
escancarada

*

ENIGMA

Nunca se viu a andorinha
a caminhar como as outras aves
Voa a desafiar a Terra
a correr atrás dela

*

O SOL A NASCER

Quem voa com as andorinhas
e vê a Terra a girar sobre si mesma
depois custa-lhe a ver
o Sol a nascer

*

Vistas do céu
fazem rolar a Terra
em voo rasante

*

Se a andorinha
fosse de carvão
o céu seria imensa tela

*

Não há tonturas
na alegria
das andorinhas

*

Voam
como se estivessem a sair
para o recreio

*

ANDORINHAS DE BORDALLO

1.
Mesmo sabendo-se de barro
dói o coração
vê-las cativas à parede

2.
Pobres andorinhas
não voam
além da imaginação

*

MOSQUITO

Pode fugir à nossa ira
mas não escapa
ao voo voraz da andorinha

*

MORCEGO

À tardinha
o morcego troca de turno
com a andorinha

*

GATO

Quando sonha com andorinhas
o gato tropeça
no vazio

*

Leve
é o sono
das andorinhas

*

Uma rua
sem andorinhas
não tem saída

*

Aquela andorinha
nem é tua
nem é minha

*

As andorinhas
bebem o azul
do céu

*

POETA

1.
No voo mais alto
desenha a letra maiúscula
do poema

2.
De tanto olhar o céu
o poeta perde
o pé

*

É sempre cedo
para se dizer adeus
às andorinhas

*

Quando parte
a última andorinha?
Ninguém sabe   ninguém sabe

PML

Partilha

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here