COMPARTILHAR
Inicio Correspondentes Paulo Ferreir...

Paulo Ferreira da Cunha (1959)

Paulo Ferreira da Cunha (1959)

0
492

Que a truculência e a baixeza dos adversários, e mesmo dos inimigos, não impeça nunca de ser objetivo e justo no julgamento dos próximos, dos afins, dos se pensa partilharem os mesmos ideais. Que jamais possa haver dois pesos e duas medidas. E se os houver, que seja para julgar mais severamente (embora sempre com justiça) aqueles de quem se deveria esperar e exigir mais.
Desculpar os nossos e enlamear os outros é fácil. 

1. Dos mais belos princípios esculpidos na mentalidade jurídica (espera-se) desde os primeiros bancos da Universidade, pacta sunt servanda (os pactos, os compromissos, são para se cumprir) é algo que parece claudicar nos tempos que passam. 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here