COMPARTILHAR
Inicio Dicioporto Oração do rat...

Oração do rato por Carmen Bernos de Gasztold

Oração do rato por Carmen Bernos de Gasztold

0
402

Sou tão cinzento,
meu Deus.
Lembrai-Vos de mim?
Sempre vigiado,
sempre caçado,
vou roendo mediocremente a vida.
Nunca ninguém me deu nada.
Por que me acusam de ser rato?
Não fostes Vós meu criador?
Só peço uma coisa: ficar escondido.
Dai-me apenas com que matar a fome
longe das garras
daquele demônio de olhos verdes.
Amém.

versão para português de Carlos Drummond de Andrade

Partilha

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here