COMPARTILHAR
Inicio Dicioporto Oração do rat...

Oração do rato por Carmen Bernos de Gasztold

Oração do rato por Carmen Bernos de Gasztold

0
139

Sou tão cinzento,
meu Deus.
Lembrai-Vos de mim?
Sempre vigiado,
sempre caçado,
vou roendo mediocremente a vida.
Nunca ninguém me deu nada.
Por que me acusam de ser rato?
Não fostes Vós meu criador?
Só peço uma coisa: ficar escondido.
Dai-me apenas com que matar a fome
longe das garras
daquele demônio de olhos verdes.
Amém.

versão para português de Carlos Drummond de Andrade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here