Oração do rato por Carmen Bernos de Gasztold

/ 86 leituras
Sou tão cinzento, meu Deus. Lembrai-Vos de mim? Sempre vi...

Romã

/ 82 leituras
Não uses a faca que a fazes sangrar Descasca-a com as unha...

R

/ 803 leituras
O R, de origem obscura e plebeia, fora ensinado a ronronar e...

Reticências

/ 907 leituras
1. como pedras no leito do rio, arcaica travessia se mavios...

Rio(s)

/ 1159 leituras
1. Rios - alegria móvel da Terra abrindo bocas nos fragued...

Rocio

/ 783 leituras
Tão frescas as sílabas do orvalho que o dia mata a sed...

Ria de Aveiro

/ 1056 leituras
1. A ria é um enorme pólipo com os braços estendidos pelo i...

Romã

/ 513 leituras
Nas romãs eu amo o repouso no coração do lume. Eugénio d...

Relâmpago

/ 516 leituras
cavalos de fogo que esbracejam sobre o arvoredo Francisco...

Romãzeira

/ 622 leituras
A romãzeira é uma árvore que sorri: o sol abre a boca às rom...

Receio

/ 597 leituras
Os homens do campo, fruto de valentias remotas, no lugar de ...

Roubo

/ 306 leituras
quem reincide no roubo perde estatuto de artista. roubo de ...

Rumor

/ 345 leituras
A realidade é caprichosa. Disse rumor, e não queria. Escasse...

Rodilhas

/ 949 leituras
Puseram-nos rodilhas à cabeça Um modo antigo de nos virem c...

Raiz

/ 945 leituras
Ninguém ama tanto o silêncio - raízes Por Jorge Sousa B...