Óis da Ribeira

/ 303 leituras
Balir aberto das vogais nos bardos antigos das palavras plurais com odor a água. SOBRE O AUTOR: Óscar Possacos (1962) é natural de Sendim da Ribeira, Alfândega da Fé. Por ora viv...

Ninho do Açor

/ 272 leituras
Mistério das aves altas que pairam. SOBRE O AUTOR: Óscar Possacos (1962) é natural de Sendim da Ribeira, Alfândega da Fé. Por ora vive em Paredes. Com formação inicial em arquitetura...

Água Longa

/ 354 leituras
De que perdimento o veio vem, que longe o sustém e que tempo tem o fim uma pena de água corrente? SOBRE O AUTOR: Óscar Possacos (1962) é natural de Sendim da Ribeira, Alfândega...

Entre-os-Rios

/ 409 leituras
Numa espécie de península, escoa a quase quieta incorporação: as águas de regresso à água. SOBRE O AUTOR: Óscar Possacos (1962) é natural de Sendim da Ribeira, Alfândega da Fé. Por...

Alter do Chão

/ 345 leituras
Há o outro lado das pastagens do inconsciente onde o cavalo vindo, estanca. SOBRE O AUTOR: Óscar Possacos (1962) é natural de Sendim da Ribeira, Alfândega da Fé. Por ora vive em Par...

Raiva

/ 406 leituras
Fenómeno breve da ebulição que é já parte do sentimento que fica no sedimento da decantação.

Janeiro de Cima | Janeiro de Baixo

/ 373 leituras
É figura das duas faces do começo ou é o tempo que hesita na geografia? SOBRE O AUTOR: Óscar Possacos (1962) é natural de Sendim da Ribeira, Alfândega da Fé. Por ora vive em Paredes...

Cumieira

/ 568 leituras
Onde se religam os planos mais altos, a montanha persistente no eterno círculo: onde se recorta a figura na distância que só o olhar frequenta. SOBRE O AUTOR: Óscar Possacos (1962...

Forte da casa

/ 465 leituras
Mesmo que os vigamentos resvalem nas mísulas, as recravas descolem e se abram as portas e os travamentos se abatam na deriva da curva, resiste o espaço ígneo das pedras refractárias deba...

Rio Fervença

/ 562 leituras
Estende-se em língua de chão afluente do sabor, na fieira dúctil, no murmulhar da ebulição. Estende-se no folhar das águas nas margens, no desfolhar da memória em imagens: (havia um hi...

Árvore

/ 440 leituras
Há outra raiz que emerge no ar mais fundo e se descarna no fruto, na altura certa. SOBRE O AUTOR: Óscar Possacos (1962) é natural de Sendim da Ribeira, Alfândega da Fé. Por ora vive...

Terrugem

/ 501 leituras
A respiração deita-se na sedução da pele, no respiro de óxido de terra na sudação mais íntima de cada poro. SOBRE O AUTOR: Óscar Possacos (1962) é natural de Sendim da Ribeira, Alf...

Olho Marinho

/ 604 leituras
De que nascente vem o mar à fonte e trás o sal ao olhar? SOBRE O AUTOR: Óscar Possacos (1962) é natural de Sendim da Ribeira, Alfândega da Fé. Por ora vive em Paredes. Com formação ...

Peso da Régua

/ 293 leituras
O ciclo das encostas na gravidade das margens, derrama poesias às folhas, no comprimento do rio. São paisagens em películas gravadas à tona ou a água forte nas escalas, dos sedimentos p...

Tabuleta Digital

Vai no Batalha

Marco Martins (1978)

O nosso projeto para Gondomar é muito claro. Em 2013, na minha tomada de posse, disse que ficaria aqui até 2025, independentemente de mudar ou não mudar a lei de limitação de mandatos. Não vou concorrer às eleições em 2025, porque tenho um projeto para Gondomar até essa data.

Rua da Estrada do Paraíso

PARA os que pensam que a Rua da Estrada é um inferno, lhes diria que é o seu contrário e que não é difícil provar tal facto de tão visível e argumentada que está a existência do paraíso, decorado interior e exteriormente e equipado com mobiliário de jardim como lhe compete. As portas do paraíso teriam que dar para a Rua da Estrada que é coisa que vai a todo o lado e não tem portagens como as vias mais rápidas. Depois de terem provado do fruto da árvore do conhecimento do bem e do mal, Adão e Eva foram expulsos, como se sabe. Ei-los, no entanto, sentados à porta, já completamente calçados, v...

Enigmatógrafo

Enigmatógrafo de Augusto Baptista

/ 241 leituras
Como cabe a árvore na semente, o poema na palavra?