Artigos na categoria Letra S

1. negociavam com estudado silêncio o resgate dos seus da possibilidade do naufrágio Por João Rios, in Aprendizagem Balnear, Cadernos do Grito...

1. Sol Que quando és nocturno ando Com a noite em minhas mãos para ter luz. Por Daniel Faria, in Poesia, Edições Quasi, Novembro de 2003, pági...

O verbo SORORIZAR, feminino de FRATERNIZAR, acho que não existia antes. Ou, se existia, nunca era conjugado. A língua portuguesa é demasiado patri...

Pertence à família dos vampiros bons.   Por Francisco Duarte Mangas, in O noitibó, a gralha e outros bichos, Editorial Caminho, Setembro de...

Qual a diferença entre serpente e ser pente?   Por Francisco Duarte Mangas, in O noitibó, a gralha e outros bichos, Editorial Caminho...

Mas basta-me um quadrado de sossego Para a distância absoluta   Por Daniel Faria, in Poesia, Edições Quasi, Novembro de 2003, página 134...

Sara é o nome do deserto É o nome da videira estéril É o nome à espera de ter filhos   Por Daniel Faria, in Poesia, Edições Quasi, No...

Grãos de sol nascidos do suor marinho.   Por Francisco Duarte Mangas e João Pedro Mésseder, in Breviário do Sol, Editorial Caminho, Janeiro...

Mulher do sol, passa os dias a calcorrear os caminhos da galáxia.   Por Francisco Duarte Mangas e João Pedro Mésseder, in Breviário do Sol,...

Anjo do sexo feminino, leva o jantar ao sol e, em seguida, ajuda-o a enfiar-se nos seus lençóis de mar.   Por Francisco Duarte Mangas e Joã...

Palácio, casa grande e antiga habitada por gente por gente que gostava de viver de umbigo ao sol e com o rei na barriga.   Por Francisco Du...

Terraço onde os poemas são postos a secar e ganham cor antes de serem impressos.   Por Francisco Duarte Mangas e João Pedro Mésseder, in Br...

Forma incorrecta e nociva, mas muito frequente, de escrever sol dado.   Por Francisco Duarte Mangas e João Pedro Mésseder, in Breviário do ...

Unir a alva a noite; ofício paciente do sol.   Por Francisco Duarte Mangas e João Pedro Mésseder, in Breviário do Sol, Editorial Caminho, J...

Vai no Batalha

PARA nós, importante é que Gaia passou ao verde. Era um velho objetivo. Gaia esteve durante muitos anos em situação de ilegalidade no cumprimento das metas e do endividamento. Gaia respira melhor e está fora das amarras do endividamento excessivo. Está provado que é possível ter uma cidade digna e de boas contas mas que cresça.

Rua da Estrada

104 Leituras
PARA memória futura antes que a tinta desbote, fica registado que este galo é de Barcelos, das terras de Prado onde se fazia muita telha, louça e figu...

Enigmatógrafo

104 Leituras
Seríamos mais felizes com ouro para todos às mãozadas?