PALAVRAS VIVAS XXIV da AGITAR e do Centro Social da Sé

/ 1034 leituras
MEMÓRIA descritiva: APOIAR: depois de escrita a pala...

PALAVRAS VIVAS XXV da AGITAR e do Centro Social da Sé

/ 942 leituras
MEMÓRIA descritiva: APRENDER: ao contrário do habitu...

PALAVRAS VIVAS XVIII

/ 921 leituras
MEMÓRIA descritiva: ACORDAR: o A e o C sobem para ci...

PALAVRAS VIVAS V

/ 873 leituras
MEMÓRIA descritiva: TRANSPARENTE: depois de escrita a ...

PALAVRAS VIVAS XX

/ 862 leituras
MEMÓRIA descritiva: ADORMECER: primeiro apaga-se o A...

PALAVRAS VIVAS I

/ 839 leituras
MEMÓRIA descritiva: CILINDRO: o O passa a círculo co...

PALAVRAS VIVAS IV

/ 822 leituras
MEMÓRIA descritiva: PRETO: depois de escrita a palav...

PALAVRAS VIVAS XIX

/ 810 leituras
MEMÓRIA descritiva: ABADE: a barriga inferior do B c...

PALAVRAS VIVAS VII

/ 795 leituras
MEMÓRIA descritiva: VÍRGULA: o acento agudo voa por ...

PALAVRAS VIVAS XVI

/ 783 leituras
MEMÓRIA descritiva: CÃO menos DONO é igual a VADIO; ...

PALAVRAS VIVAS XIV

/ 782 leituras
MEMÓRIA descritiva: PARTIR: o IR separa-se do resto ...

PALAVRAS VIVAS VIII

/ 782 leituras
MEMÓRIA descritiva: COPO: o primeiro O desce para de...

PALAVRAS VIVAS VI

/ 779 leituras
MEMÓRIA descritiva: CAFÉ: o E passa a ter quatro ace...

PALAVRAS VIVAS XXIII

/ 767 leituras
MEMÓRIA descritiva: ANDOR: o A passa para cima da DO...

Tabuleta Digital

Vai no Batalha

Bragança Fernandes (1948)

O seu (José Vieira de Carvalho) maior orgulho era a Maia. A Maia que ele sonhou, que ele conquistou, e que irrompeu das suas fronteiras em direcção ao cume dos Municípios. Viveu pela Maia e pela Maia morreu. 

Rua da Estrada de Arbo

Texto e foto de Álvaro Domingues

Enigmatógrafo

Enigmatógrafo de Augusto Baptista

/ 749 leituras
Chegaremos aos quatrocentos?