PALAVRAS VIVAS XXI

/ 745 leituras
MEMÓRIA descritiva: ZERO: sai o Z, o E e o R e fica ...

PALAVRAS VIVAS XXIII

/ 767 leituras
MEMÓRIA descritiva: ANDOR: o A passa para cima da DO...

PALAVRAS VIVAS XXII

/ 726 leituras
MEMÓRIA descritiva: BRASIL: o B roda 90º no sentido ...

PALAVRAS VIVAS XVII

/ 673 leituras
MEMÓRIA descritiva: TRÂNSITO a multiplicar por CARRO...

PALAVRAS VIVAS XV

/ 651 leituras
MEMÓRIA descritiva: CONDUÇÃO menos ATENÇÃO é igual a...

PALAVRAS VIVAS XIII

/ 641 leituras
MEMÓRIA descritiva: EMPURRAR: o E empurra as outras ...

PALAVRAS VIVAS XII

/ 712 leituras
MEMÓRIA descritiva: DEUS: saem o D e o S; ADÃO: saem...

PALAVRAS VIVAS IX

/ 629 leituras
MEMÓRIA descritiva: COXO: o X perde um pedaço da per...

PALAVRAS VIVAS XI

/ 615 leituras
MEMÓRIA descritiva: CANGURU: o G cresce mais do dobr...

PALAVRAS VIVAS X

/ 570 leituras
MEMÓRIA descritiva: TIL: a barra do T é substituída ...

PALAVRAS VIVAS III

/ 591 leituras
MEMÓRIA descritiva: VIBRAR: as extremidades da palav...

Apresentação

/ 717 leituras
AS palavras são muito ciosas do seu significado. Quem lhes t...

Word as Image

/ 600 leituras
ATÉ parece mentira! No final do ano 2013 pude concretizar um...

Tabuleta Digital

Vai no Batalha

Bragança Fernandes (1948)

O seu (José Vieira de Carvalho) maior orgulho era a Maia. A Maia que ele sonhou, que ele conquistou, e que irrompeu das suas fronteiras em direcção ao cume dos Municípios. Viveu pela Maia e pela Maia morreu. 

Rua da Estrada de Arbo

Texto e foto de Álvaro Domingues

Enigmatógrafo

Enigmatógrafo de Augusto Baptista

/ 749 leituras
Chegaremos aos quatrocentos?