Inicio Tags Eugénio de Andrade

Eugénio de Andrade

(Manuel António Pina)

/ 4817 leituras
(Armando da Silva Carvalho, um notável poeta, escreveu em tempos um poema enumerando até à exaustão aquilo que a poesia «não é», só que, se não fosse, a maior parte da poesia não seria, inclusivamente muita da poesia do próprio Armando da Silva carvalho...). A salvação pela poesia, in Visão 24 de março de 2005 A salvação pela poesia, in Visão 24 de março de 2005

Dunas

/ 340 leituras
É o mar do deserto, ondulação sem fim das dunas Por Eugé...

Outono

/ 1327 leituras
3. O outono é isto - apodrecer de um fruto entre folhas e...

Framboesa

/ 219 leituras
O sangue matinal das framboesas escolhe a brancura do linho...

Eugénio de Andrade (1923-2005)

/ 3219 leituras
É Natal, nunca estive tão só. / Nem sequer neva como nos versos / do Pessoa ou nos bosques / da Nova Inglaterra.

Ao encontro de Inês Lourenço

/ 1308 leituras
Entrevista: Paulo Moreira Lopes | José Manuel Teixeira da Silva Fotografia: João Paulo Coutinho

“Pelo Jardim de Eugénio de Andrade” de João de Mancelos

/ 4043 leituras
Texto de João de Mancelos e ilustração de Emerenciano

A poesia não vai à missa por Eugénio de Andrade

/ 286 leituras
A poesia não vai à missa, não obedece ao sino da paróquia, ...

Lódão

/ 345 leituras
A UM LÓDÃO DA MINHA RUA Ninguém tem corpo mais fino, nem...

Romã

/ 284 leituras
Nas romãs eu amo o repouso no coração do lume. Eugénio d...

Uva

/ 330 leituras
Cada bago de uva sabe de cor o nome dos dias todos do verão...

Laranja

/ 616 leituras
2. Na laranja o sol e a lua dormem de mãos dadas. Eugén...

Maçã

/ 261 leituras
2. A manhã cheia de brilhos e doçura debruça o rosto puro ...

Egito Gonçalves: “Uma porta de febre para lá dos cemitérios”

/ 637 leituras
Texto de Diogo Vaz Pinto

Fruto

/ 595 leituras
3. Em cada fruto a morte amadurece, deixando inteira, por ...