273
0
COMPARTILHAR
Inicio Poemário Carlos Poças ...

Carlos Poças Facão

Carlos Poças Facão

0
273

1.
Amantes na praia
– entre os mil abraços
mil areiazinhas

2.
Furto-lhe as amoras
mordisca-me ela os braços:
que amor bravio!

Carlos Poças Falcão (Guimarães 1951) – licenciado em Direito, exerceu durante alguns anos a advocacia, que abandonou para se dedicar à docência e à escrita. Publicou: O Número Perfeito (edição do autor, Guimarães, 1987); O Invisível Simples (Limiar, Porto, 1988); Rotações [com António Ramos Rosa e Agripina Costa Marques] (Cadernos Solares, 1991); Três Ritos (Pedra Formosa, Guimarães, 1993); Movimento e Repouso (Pedra Formosa, Guimarães, 1994); Sinais (edição de autor, Guimarães, 1998); A Nuvem (Pedra Formosa, Guimarães, 2000); Coração Alcantilado (Opera Omnia, Guimarães, 2007); Arte Nenhuma (Opera Omnia, Guimarães, 2012); Sombra silêncio (Opera Omnia, Guimarães, 2018) e Arte nenhuma (Língua Morta – Livraria Snob, 2020).

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here