392
0
COMPARTILHAR
Inicio Poemário Adélia Prado

Adélia Prado

Adélia Prado

0
392

PARA COMER DEPOIS

Na minha cidade, nos domingos de tarde,
as pessoas se põem na sombra com faca e laranjas.
Tomam a fresca e riem do rapaz de bicicleta,
a campainha desatada, o aro enfeitado de laranjas:
“Eh bobagem!”
Daqui a muito progresso tecno-ilógico,
quando for impossível detectar o domingo
pelo sumo das laranjas no ar e bicicletas,
em meu país de memórias e sentimento,
basta fechar os olhos:
é domingo, é domingo, é domingo.

Adélia Prado é uma poetisa, professora, filósofa, romancista e contista brasileira ligada ao Modernismo. Sua obra retrata o cotidiano com perplexidade e encanto, norteados pela fé cristã e permeados pelo aspecto lúdico, uma das características de seu estilo único.

Partilha

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here