COMPARTILHAR
Inicio Do outro mundo Musgo por Vas...

Musgo por Vasko Popa

Musgo por Vasko Popa

0
73

Amarelo sono da ausência
do cimo das telhas inocentes
espera

Espera para descer
sobre as pálpebras fechadas da terra
sobre faces extintas das casas
sobre braços dóceis das árvores

Espera sem se fazer notar
para estender
sobre a enviuvada mobília debaixo de si
cuidadosamente
um véu amarelado de pó

In A maçã de ferro e outros poemas, Maus, fevereiro 2024, tradução Filipe Ribeiro, página 16

Partilha

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here