3719
0
COMPARTILHAR
Inicio Do Porto Nuno Meireles...

Nuno Meireles: um exemplo de vida

Nuno Meireles: um exemplo de vida

0
3719

ESTE é o rosto de alguém que lutou muito para ser alguém no mundo da escrita, um rapaz simpático honesto nasceu em Dezembro de 1976 no Hospital de S. Gonçalo em Amarante e que em 2007 viu o seu sonho de escrever um livro ser realizado. Escrever um livro é uma coisa que quase toda a gente faz mas este homem não o faz de uma forma comum Nuno Meireles tem paralisia cerebral devido a um atraso no parto pois esteve 24 horas para nascer, e por isso escreve com os pés, sim ouviram bem ele escreve com os pés, e já lançou um livro, e acabou de lançar o 2º há 1 ano , é um autêntico sucesso mas não por ter paralisia mas sim porque os seus livros valem a pena, vejam como o Nuno se orienta com os pés.

Eu estou a ler o seu 1º livro que se chama “ A vida e eu” e estou a adorar quanto mais leio mais quero ler, e aconselho vivamente a ler este livro que conta toda a vida do Nuno desde a história de como os seus pais se conheceram, até ao dia em que Nuno nasceu uma história muito bem escrita e que da vontade de ler , o 2º livro chama-se “Duas vidas, um destino” que relata a vida de 2 jovens de classes sociais completamente distintas de zonas distintas, Cascais e Valpaços e que devido a um acidente de viação uma das personagens o “Igor” fica paraplégico e cruza-se na vida de Iola que se vai tornar o pilar da sua vida.

Se quiseram saber mais sobre este escritor conterrâneo ele tem um site na internet www.nunomeireles.net onde podem saber mais sobre ele , este que é um exemplo que nunca devemos desistir dos nosso sonhos, é licenciado em engenharia informática mas tal como ele diz sempre que a inspiração lhe permite é escritor, e chama-se Nuno Meireles, e é um grande homem.Fiquem agora com as capas dos seus 2 livros.

Por Catarina Castro in http://mundocompletogeo11.blogspot.com

§

Nuno Meireles, portador de paralisia cerebral, está a concluir um mestrado em sociologia e apresenta hoje um romance que escreveu com os dedos dos pés.

“O mestrado [na Faculdade de Letras da Universidade do Porto] e o livro são a concretização de sonhos antigos. Foram desafios que venci”, afirmou à Lusa, orgulhoso.

Um problema no parto transmitiu a Nuno Meireles, de 34 anos, uma deficiência física profunda que o impede de escrever com as mãos. Apesar das limitações físicas, desde criança manifestou a sua inteligência e o seu inconformismo, desenvolvendo a faculdade de usar os pés para escrever.

Amarante, 15 jan (Lusa)  in http://www.google.com/hostednews/

§

Portador de paralisia cerebral apresenta livro que escreveu com os pés

APNEN, colaborando na divulgação desta matéria: 17/01/2011

Nuno Meireles, portador de paralisia cerebral, está a concluir um mestrado em sociologia e apresenta hoje um romance que escreveu com os dedos dos pés.

“O mestrado [na Faculdade de Letras da Universidade do Porto] e o livro são a concretização de sonhos antigos. Foram desafios que venci”, afirmou à Lusa, Nuno Meireles, portador de paralisia cerebral, que apresenta hoje um romance que escreveu com os dedos dos pés.

Um problema no parto transmitiu a Nuno Meireles, de 34 anos, uma deficiência física profunda que o impede de escrever com as mãos. Apesar das limitações físicas, desde criança manifestou a sua inteligência e o seu inconformismo, desenvolvendo a faculdade de usar os pés para escrever.

Inicialmente, aprendeu a usar um lápis ou uma esferográfica para obter bons resultados. Mais tarde, adaptou-se ao teclado de uma máquina de escrever, que chegou a usar na escola primária, evoluindo depois para o computador.

Actualmente, sentado numa cadeira de rodas, utiliza o computador para estudar e comunicar com os amigos através da Internet, compensando as limitações de mobilidade.

O gosto pela leitura levou-o a escrever o seu primeiro livro em 2007, uma autobiografia intitulada “A Vida e eu”.

“Eu sempre gostei de ler e escrever. Depois de escrever o primeiro, não queria ficar por aí”, disse à Lusa, referindo-se ao segundo livro, um romance com mais de 400 páginas, escrito ao longo de um ano, intitulado “Duas vidas. Um destino”. “É a história de duas pessoas, uma de classe mais pobre e outra de classe mais abastada”, explicou.

“Se tem asas para voar que voe até ao infinito”

O percurso de vida e o inconformismo de Nuno Meireles manifestam-se também na licenciatura em engenharia informática concluída em 2007 no Politécnico do Porto. “Se tem asas para voar que voe até ao infinito”, comentou à Lusa a mãe do Nuno, que o acompanha em quase tudo.

“Passou muitas noites sem dormir e sempre o acompanhei nesses momentos”, afirmou Rosa Maria Meireles. Ao lado do filho, que a ouvia atentamente, foi dizendo que “cada degrau que vai passando vai-se sentindo enriquecida”. “O meu filho foi sempre um lutador. Atendendo às dificuldades do Nuno, a felicidade quando se licenciou foi maior”, acrescentou.

Nuno Meireles fala com muita dificuldade devido à paralisia cerebral que sofreu à nascença. As suas palavras são de difícil compreensão mas o seu olhar e o sorriso são expressivos.

Com esforço, disse à Lusa que a sua licenciatura exigiu “muita dedicação”. “Foi complicado, mas já está”, comentou com uma expressão de felicidade.

Apesar da sua formação académica, não tem sido possível encontrar emprego. As promessas têm surgido, mas nenhuma até hoje foi concretizada.

Pode visualizar o vídeo em:

http://aeiou.expresso.pt/portador-de-paralisia-cerebral-apresenta-livro-que-escreveu-com-os-pes=f626204

Fonte: Expresso online
http://gritodemudanca.blogspot.com/2011/01/portador-de-paralisia-cerebral.html 16/01/2011

Por Carlos Alberto Raugust APNEN de NOVA ODESSA in http://apnendenovaodessa.blogspot.com/

Partilha

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here