107
0
COMPARTILHAR
Inicio Do Porto De escala

De escala

De escala

0
107

Vínhamos os três no carro para casa, quando ela nos contou que esteve de escala no tribunal. Eu fiquei a ouvir, enquanto ele fazia as perguntas. Queria saber tudo sobre a convocatória da mãe para defender o oficioso. Ela foi explicando os meandros daquela aventura judicial e ele ia-se inteirando do modus operandi do processo. Ficou a saber um pouco mais da legis artis da progenitora. A seguir a uma resposta vinha uma nova pergunta.
Como a viagem não chegava para tudo a conversa cessou com a entrada na garagem coletiva.
Ainda dentro do automóvel, agora dirigindo-se também a mim, ela rematou o assunto com uma revelação que foi precedida de um momento de suspense. Ficamos os dois curiosos. E ela prosseguiu emocionada.
Ao que parece, estava presente no tribunal uma familiar do oficioso. Depois de concluído o serviço (com sucesso, pelos vistos), a senhora ter-lhe-á confidenciado:
– A senhora doutora não sabe o que rezei durante toda a noite para que aparecesse uma advogada como a senhora!? – e rematou – E fui atendida. Graças a Deus!
No fim da citação pareceu-me ver os olhos dela a brilhar, mas fiz de conta. Saí da viatura e fui abrir o portão da garagem individual.
Quando subíamos no elevador aproveitei aquele momento ascendente, para questionar:
– Quer dizer, então, que também estavas de escala lá em cima?
O resto não conto, pois ela ficou furiosa, como se eu estivesse a duvidar da versão dela, quer dizer, da versão da senhora.

PML

Partilha

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here