748
0
COMPARTILHAR

Riso

Riso

0
748

e a luz do teu riso é um seixo que flutua.

 

Por Egito Gonçalves, in Ao Porto, Colectânea de Poesia sobre o Porto, organização de Adosinda Providência Torgal e Madalena Torgal Ferreira, Publicações Dom Quixote, 2001, página 82.

Partilha
COMPARTILHAR
Artigo anteriorMundo
Próximo artigoRiso-navalha

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here