COMPARTILHAR

Poema

Poema

0
409

1.
O poema principia no fim.

Por Luís Veiga Leitão, in A bicicleta e outros poemas, Associação dos Jornalistas e Homens de Letras do Porto, página 61.

2.
É uma espécie de prurido
nas nossas costas, coisa
irritante e passageira
que logo se esquece.

Por Inês Lourenço, in Câmara escura, um antologia, Língua morta, 2012, página 33.

3.
Nasce
para a mudez, mas
como a música, respira
por sons.

Por Inês Lourenço, in Câmara escura, um antologia, Língua morta, 2012, página 34.

4.
O coração do poema é a magnólia ao vento.

Por Daniel Faria, in Poesia, Edições Quasi, Novembro de 2003, página 332.

5.
A palavra despe-se
O silêncio despe-se

Nus
Os sexos ardem

Os seios da palavra
Os músculos do silêncio

O silêncio
E a palavra

O poeta
E o poema

Por Daniel Faria, in Poesia, Edições Quasi, Novembro de 2003, página 386.

6.
Vai pois, poema, procura
a voz literal
que desocultamente fala
sob tanta literatura. …

Por Manuel António Pina, in Todas as Palavras  poesia reunida, Assírio & Alvim, Arte poética, página 309.

7.
o poema é
ora um tumor de alegria
ora a cicatriz de dor continuada

Por João Manuel Ribeiro in A circulação precoce dos relâmpagos, Cosmorama Edições, 2007, página 9.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here